(RE)PENSANDO O NOVO NORMAL APÓS A PANDEMIA DA COVID-19: A REALIDADE DOS LICENCIANDOS EM QUÍMICA DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DA BAHIA

  • Franklin Kaic Dutra-Pereira Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
  • Rafaela dos Santos Lima Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
  • Michele Marcelo Silva Bortolai Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
Palavras-chave: Ensino remoto. Acessibilidade tecnológica. COVID-19.

Resumo

O surgimento da pandemia provocada pela COVID-19 trouxe à realidade uma face de incertezas, medos, reflexões. Diante desse cenário assustador, a sociedade precisou se (re)iventar e passamos a viver o “novo normal”. O atual conceito de normalidade alterou o campo social e o educacional, trazendo o ensino remoto para a realidade da educação brasileira. O ensino remoto, diferentemente da Educação a Distância, pode contribuir para o aumento das desigualdades sociais, uma vez que não considera questões básicas de acessibilidade. Neste estudo, buscamos discutir o contexto diverso e vulnerável dos licenciandos do curso de Licenciatura em Química de uma Instituição de Ensino Superior da Bahia, para atendimento em um curso de extensão on line. Para tanto, enviamos questionários aos estudantes, com o objetivo de investigar condições de acesso remoto às Tecnologias Digitais. Os dados levantados revelaram que parte dos estudantes possuem dificuldades de acesso a distância aos recursos digitais.

Biografia do Autor

Franklin Kaic Dutra-Pereira, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
Licenciado em Química (CES/UFCG) e Doutor em Ensino de Ciências e Matemática (PPGECM/UFRN). Professor do CFP/UFRB. Líder do Grupo Pesquisa Ensino e Extensão em Educação Química (PEQUI). Integrante do Grupo de Estudos e Pesquisas em Curriculares (GEPPC). Dialoga sobre Arte, Educação e Química na Formação de Professores(as) de Ciências [repudia o neoliberalismo e o neofascismo que alastra pelo Brasil] e, destitui o mito com conhecimento científico.
Rafaela dos Santos Lima, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
Licenciada em Química (UFRB), especialista em Docência do Ensino Superior (UCAM), Mestra em Educação Científica e Formação de Professores (UESB), Doutoranda em Ensino, História e Filosofia das Ciências (UFBA). Participa do Grupo de Pesquisa PEQUI. Atualmente tem se dedicado às pesquisas na área de História das Ciências; Currículo e Formação de Professores.
Michele Marcelo Silva Bortolai, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
Licenciada e Bacharel em Química (MACK/SP) e licenciada em Pedagogia (UNG/SP). Especialista em Química (OSW/SP), Mestra e Doutora em Ensino de Ciências (PIEC/USP). Professora Adjunta em Ensino de Química do CFP/UFRB. Participa dos Grupos Pesquisa Ensino e Extensão em Educação Química (PEQUI) e Linguagem no Ensino de Química (LieQui). Seus estudos estão voltados à formação de professores e aos processos de ensino e aprendizagem em Química e Ciências.
Publicado
2020-10-08
Como Citar
Dutra-PereiraF. K.; LimaR. dos S.; BortolaiM. M. S. (RE)PENSANDO O NOVO NORMAL APÓS A PANDEMIA DA COVID-19: A REALIDADE DOS LICENCIANDOS EM QUÍMICA DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DA BAHIA. Olhar de Professor, v. 23, p. 1-6, 8 out. 2020.
Seção
Caderno Temático: Covid 19 - Educação em tempo de Pandemia (Volume 1)