LETRAS EM NÚMEROS: O QUE NOS AGUARDA NA TERCEIRA DÉCADA DO SÉCULO XXI?

  • David José de Andrade Silva Instituto Federal do Paraná Campus Jacarezinho
Palavras-chave: Licenciatura. Letras. Língua Inglesa.

Resumo

As discussões sobre formação de professores ganharam nos últimos tempos grande destaque na pesquisa de profissionais da Pedagogia e, mais especificamente, na Linguística Aplicada (LA). No entanto, ainda é incipiente o interesse de linguistas aplicados no que se refere à gestão dos cursos de Letras também como uma pauta relevante. O objetivo do presente texto é de analisar dados dos anos de 2001 e 2018 sobre a concorrência, o ingresso, a quantidade de matriculados e concluintes de licenciaturas em Letras, com ênfase nas habilitações de Língua Inglesa, para traçar possíveis cenários para a década de 2020. O referencial teórico baseia-se nos trabalhos de Calvo (2011), Louzano (2012), Aranha e Souza (2012), Gatti (2014) e Silva (2015). A metodologia adotada baseia-se na pesquisa bibliográfica e na análise estatística. Os resultados apontam para uma possível mudança radical nos cursos de Letras, os quais tendem as ser ofertados majoritariamente por Educação a Distância (EaD). 

Biografia do Autor

David José de Andrade Silva, Instituto Federal do Paraná Campus Jacarezinho
Mestre e Doutor em Letras pela Universidade Federal do Paraná. Atualmente, é docente efetivo do Instituto Federal do Paraná/ Campus Jacarezinho. Sua principal área de pesquisa é a Linguística Aplicada, com destaque para processos de ensino e aprendizagem de Língua Inglesa. Além disso, tem desenvolvido estudos sobre currículo no âmbito da Educação Profissional e Tecnológica, focando suas investigações no Ensino Médio Integrado.
Publicado
2020-09-23
Como Citar
SilvaD. J. de A. LETRAS EM NÚMEROS: O QUE NOS AGUARDA NA TERCEIRA DÉCADA DO SÉCULO XXI?. Olhar de Professor, v. 23, p. 1-16, 23 set. 2020.