PRÁTICAS COLABORATIVAS DE CONSTRUÇÃO DE SENTIDOS PARA O DESENVOLVIMENTO DE UM LETRAMENTO CRÍTICO

Resumo

Neste artigo, analisamos como as atividades desenvolvidas de forma colaborativa possibilitam a construção de sentidos pelos alunos, desenvolvendo assim o seu letramento crítico. Buscamos mostrar que essas atividades se constituem processos valiosos de aprendizagem, pois são sempre mediadas por fatores sociais e culturais. Se é através da linguagem que mantemos as nossas relações sociais, é primordial (re)pensar o ensino-aprendizagem da leitura e da escrita socialmente significativos. Nossa fundamentação teórica baseou-se principalmente em Soares (2017) e Kleiman (2007), além de outros. A observação das aulas e as análises das produções textuais dos alunos constituíram nosso material de pesquisa. As análises tiveram abordagem qualitativa e os dados foram coletados a partir do contato direto das pesquisadoras com os sujeitos. Os resultados obtidos mostraram a importância das práticas colaborativas de escrita, leitura e compreensão textual para o desenvolvimento de um cidadão crítico, criativo e autônomo.

Biografia do Autor

Priscilla Felipe Borges de Freitas, Universidade Federal de Uberlândia

Professora de Língua Portuguesa, Literatura e Redação.Doutoranda pelo Programa de Pós Graduação em Estudos Linguísticos, UFU. Mestra pelo Programa de Pós Graduação em Estudos Linguísticos (2019), UFU, Pós-Graduação (Latu Sensu) em Docência do Ensino Superior pela UNIASSELVI (2012). Graduação em Letras Português e Francês pela Universidade Federal de Uberlândia (2008). Inglês Intermediário, Francês Fluente. Experiência como professora de língua portuguesa e língua francesa: orientação ao aluno, elaboração de projetos educacionais, preparação de aulas, explanação de conteúdo, elaboração de provas e materiais para estudo. 

Publicado
2021-09-24
Seção
Artigos Tema Livre