O CINEMA NAS CRÔNICAS MÉDICAS DE MOACYR SCLIAR

Resumo

A atenção neste artigo recai sobre um nicho expressivo da literatura de Moacyr Scliar – as crônicas. Expandindo a proposta de que o escritor fez uso de suas vivências para compor suas obras, destaca-se que as mídias, e entre elas o cinema, são alvo da atenção do escritor, despontam como tema em suas crônicas e nelas aparecem como intertexto e referência intermidiática. Identifica-se que, desde o início de sua produção literária, sua atuação como cronista está marcada pela lógica da imprensa, com publicações em jornais e em livros. Após mapear as fases atribuídas a sua literatura, verifica-se a associação temática entre medicina e cinema em suas crônicas, nas quais o cinema e as obras fílmicas aparecem como recurso composicional, como motivo ou ambientação, para exemplificar questões complexas ou ilustrar de modo concreto reflexões.

Biografia do Autor

Lemuel de Faria Diniz , Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS
Professor do Curso de Letras da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Doutor em Letras pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. E-mail: prlemuel@hotmail.com.
Márcia Gomes Marques, UFMS
Professora do Programa de Pós-Graduação em Estudos de Linguagens - UFMS, e doutora em Ciências Sociais pela Pontifícia Università Gregoriana, Roma. Email: marcia.gomes@ufms.br.
Publicado
2021-04-12
Seção
Artigos Tema Livre