DÊIXIS: DA VISÃO CLÁSSICA À PERSPECTIVA DA REFERENCIAÇÃO

  • Evando Luiz e Silva Soares da Rocha Universidade Estadual do Piauí (Uespi)
  • Ailma do Nascimento Silva Universidade Estadual do Piauí

Resumo

Desde as discussões clássicas sobre os estudos da linguagem humana até o contexto da concepção de Referenciação em Linguística de Texto, a função de “apontar” conferida aos dêiticos desperta investigações sobre o que de fato é dêixis. Objetivamos discutir definições de dêixis no âmbito dos estudos da linguagem humana consignando-a a dinâmica da comunicação e pretensões dos actantes. Nesse intento, a partir de uma pesquisa bibliográfica, debruçamo-nos sobre trabalhos fundamentados na concepção de Referenciação processo cognitivo e sociodiscursivo, donde destacamos as contribuições de autores, como: Cavalcante (2000, 2012), Cruz (2011), Fiorin (2011), Ciulla e Martins (2017) Ciulla (2018), Leal (2015), dentre outros autores, que retomam, discutem e aprofundam noções sobre dêixis. A pesquisa revelou-nos que a relação de deiticidade ou função dêitica é estabelecida na e pela dinâmica da interação. Esperamos contribuir para a ampliação e entendimento das noções definidoras de dêixis nos estudos contemporâneos da linguagem.

Biografia do Autor

Evando Luiz e Silva Soares da Rocha, Universidade Estadual do Piauí (Uespi)
Graduado em Letras Português e mestre pelo Programa de Mestrado Acadêmico em Letras da Universidade Estadual do Piauí (Uespi). Professor efetivo de Língua Portuguesa da Unidade Integrada Vicente Pereira dos Santos (SEMED), Parnarama – MA. E-mail: evevinho@gmail.com.
Ailma do Nascimento Silva, Universidade Estadual do Piauí
Professora Doutora, exerce a função de Pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação. É professora permanente do Programa de Mestrado Profissional em Letras (PROFLETRAS/UESPI) e Mestrado Acadêmico em Letras. E-mail: ailmanascimento@yahoo.com.br.
Publicado
2021-02-16
Seção
Artigos Tema Livre