A CONSTRUÇÃO DA PERSONAGEM SÁDICA NOS ROMANCES: XICA DA SILVA, DE JOÃO FELÍCIO DOS SANTOS E CHICA QUE MANDA, DE AGRIPA VASCONCELOS.

  • Renata Aparecida Ferreira Ribas Universidade Tecnólogica Federal do Paraná
  • Maurício Cesar Menon Universidade Tecnólogica Federal do Paraná

Resumo

A protagonista dos romances Chica que manda (1966), de Agripa Vasconcelos e Xica da Silva (1976), de João Felício dos Santos, é baseada na figura emblemática da história brasileira Chica da Silva, escrava que se tornou “Sinhá” no século XVIII, ao se casar com um dos homens mais poderosos, o contratador de diamantes João Fernandes de Oliveira. Este trabalho evidencia as semelhanças e diferenças na caracterização do sadismo empregada na construção da personagem em cada romance, pois se percebe que os escritores, embora apontem para tal característica, o fazem de maneira diversa.   [1] Embora cada romance aqui estudado traga a grafia do nome da personagem de forma diferente, adotaremos aquela feita pelo escritor Agripa Vasconcelos, ou seja, a iniciada por Ch.
Publicado
2020-10-14
Seção
Artigos Tema Livre