UNIDADES DE CONSERVAÇÃO E GEODIVERSIDADE: UMA BREVE DISCUSSÃO

Palavras-chave: Unidades de Conservação, Geodiversidade, Geopatrimônio, Geoconservação.

Resumo

O presente estudo traça um paralelo entre uma das principais estratégias na manutenção dos espaços naturais, as Unidades de Conservação (UCs), e o bojo conceitual e prático das temáticas da Geodiversidade, Geopatrimônio e Geoconservação, campos emergentes das Geociências. Por meio de discussão teórica, pautada no contexto brasileiro, são debatidos a importância dos componentes abióticos na instituição das UCs, a visão que os instrumentos legais apresentam sobre a conservação da natureza e a relevância dos estudos da temática para o sucesso dessas áreas protegidas. Nota-se uma orientação biocêntrica na instituição e gestão das UCs brasileiras, sendo necessário ampliar a concepção de natureza para um conceito sistêmico que englobe igualmente a importância da biodiversidade e a geodiversidade na configuração ambiental.

Biografia do Autor

Suedio Alves Meira, Universidade Federal do Ceará
Doutorando em Geografia pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal do Ceara (UFC), inserido no Laboratório de Geoecologia da Paisagem e Planejamento (LAGEPLAN). Mestre em Geografia pela Universidade Estadual do Ceará (UECE), tendo como trabalho de dissertação pesquisa sobre o Patrimônio Geológico do Parque Nacional de Jericoacoara, Ceará. Bacharel em Geografia pela Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB). Apresenta afinidade e trabalhos nas temáticas relativas a Patrimônio Geológico, Geodiversidade, Geoconservação, Geoturismo, Geomorfologia, Geotecnologia e Pedologia.
Marcos Antonio Leite do Nascimento, Universidade Federal do Rio Grande do Norte
ossui graduação em Geologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1998), com mestrado (2000) e doutorado (2003) em Geodinâmica pela UFRN. Foi geólogo do Serviço Geológico do Brasil - CPRM entre 2007 e 2009, onde coordenou o Projeto Monumentos Geológicos do Rio Grande do Norte e foi membro suplente da CPRM na Comissão Brasileira de Sítios Geológicos e Paleontológicos - SIGEP. Atualmente é Professor Associado I do Departamento de Geologia da UFRN. Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em Petrologia Ígnea, Geologia de Campo, Geodiversidade, Geoconservação e Geoturismo. Pesquisa em temas como Levantamento do Patrimônio Geológico Potiguar com fins a Geoconservação; Projeto Geoparque Seridó e Magmatismo Ediacarano no Rio Grande do Norte. 
Edson Vicente da Silva, Universidade Federal do Ceará
Graduação em Geografia - Bacharelado e Licenciatura. pela Universidade Estadual do Ceará (1981), mestrado em Planejamento Rural em Função do Meio Ambiente pelo Instituto Agronômico Mediterrâneo de Zaragoza (1987), doutorado em Geografia pela Universidade Estadual Paulista Rio Claro São Paulo (1993), pós-doutor em Educação Ambiental pela Faculdade de Educação da Universidade Federal da Bahia (2006) e pós-doutor em Planejamento e Geoecologia da Paisagem pela Faculdade de Geografia, Universidade de Havana-Cuba (2007). Atualmente é professor titular da Universidade Federal do Ceará (1997), tirocínio docente da Universidade Federal da Bahia e professor dos Doutorados e Mestrados em Geografia e de Desenvolvimento e Meio Ambiente (PRODEMA), da Universidade Federal do Ceará . Tem experiência na área de Geoecologia da Paisagem, atuando principalmente nos seguintes temas: análise ambiental, educação ambiental, litoral, análise geoambiental, recursos hídricos e desenvolvimento sustentável.
Publicado
2018-09-25