Para analisar as experiências humanas envolvendo a violência, nos pautamos por trabalhos de historiadores, cientistas sociais, antropólogos e filósofos, nas perspectivas abertas por autores como Michel Foucault, E. P. Thompson, Norbert Elias, Erving Goffman e outros que expandiram a temática do crime e da justiça criminal, com um de seus artefatos mais típicos – os processos criminais – para múltiplas pesquisas e indagações. Nossa proposta é balizar a violência de um ponto de vista sócio histórico, alcançada fundamentalmente, mas não exclusivamente, a partir dos processos criminais, visando debater metodologias de pesquisa e resultados obtidos. Entendemos que, regra geral, os estudos sobre a violência e sua história concluem que a violência física é eminentemente praticada por homens, muitas vezes (des)estimulados pela sociedade, religião ou Estado.
Publicado: 2019-02-12

Expediente | Editorial Board | Cuerpo Editorial

Editorial | Editor's Note | Presentación

Dossiê | Special Issue | Dossier