Desde há décadas, a África constitui-se como objeto de muita produção intelectual e artística pelo mundo. Não raro, a par do trabalho rigoroso, a simpatia política e o engajamento ideológico determinaram abordagens analíticas e narrativas que, mesmo quando se debruçaram sobre períodos mais remotos, tomaram como referente as transformações em épocas recentes.Ainda que hoje ninguém mais esteja sentado confortavelmente sobre a história, estando todos sujeitos à contingência e à incerteza, num certo sentido a África ainda se constitui como um laboratório social e um sugestivo campo de interpelações para os historiadores e cientistas sociais.Para este número da Revista TEL aceitar-se-ão textos que, empiricamente fundados e teoricamente balizados, ilustrem processos de mudança ou contenham reflexões sobre os significados das mutações em África nos derradeiros séculos.A TEL vem se adequando de forma significativa aos critérios para publicação na área de História.
Publicado: 2017-09-11

Expediente | Editorial Board | Cuerpo Editorial

Dossiê | Special Issue | Dossier