Editorial

  • Fernando Botton
  • Viviane Bagiotto Botton

Resumo

Tendo em vista a emergência dos estudos de gênero na atualidade e as demandas sócio-políticas contemporâneas cada vez mais latentes por complexas abordagens sobre a temática, lançamos aqui o dossiê “Gênero, discursividades e transversalidades” que teve como objetivo conjugar diversas pesquisas que utilizam o conceito como categoria de análise e pensar a partir e sobre ele. Consideramos que abordar os estudos de gênero contribui para nossa compreensão a respeito das organizações ético-políticas em distintos recortes sociais e históricos, deslindando relações culturais e, essencialmente, as tramas e fluxos das relações de poder no interior de determinadas sociedades, época e linguagem.

Biografia do Autor

Fernando Botton
Graduado e Mestre em História pela UFPR (Bolsista CNPq). Atualmente realiza seus estudos doutorais pelo Programa de Pós Graduação da Universidade Federal do Paraná (UFPR) - "Linha Intersubjetividade e Pluralidade: Reflexão e Sentimento na História" (Bolsista CAPES), tendo realizado recentemente Estágio de Doutorado Sanduíche na Universidad de Buenos Aires (UBA) (PDSE/CAPES). Coordena o curso de Pós Graduação Lato Sensu em História da Arte e atua como professor de graduação em História na Faculdade Integrada Espírita. Também é tutor no curso de graduação em História pela Universidade Estadual de Ponta Grossa em parceria com CAPES/UAB, nessa mesma instituição também orienta monografias na Pós Graduação em História, Arte e Cultura. Possui interesse em temas como Gênero, Sexualidade e Masculinidade; Política e Autoritarismo; Filosofia Contemporânea, Pós-colonial e Pós-estruturalista; Psicologia das Massas e da Personalidade. Sua atual pesquisa busca analisar a sustentação de um ideário de autoridade nos regimes varguistas e peronistas sob o ponto de vista da psicologia da liderança e suas metáforas de gênero.
Publicado
2020-04-27
Seção
Editorial | Editor's Note | Presentación