Gênero e autoria feminina em a autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein

  • Carolina Fernanda Antunes dos Santos Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR)
  • Beatriz Polidori Zechlinski Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR)

Resumo

Resumo: O presente artigo tem como objetivo analisar as representações de gênero e discutir a questão da autoria feminina na obra A Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein. Com base na análise da obra e também em algumas correspondências, discutimos as representações de gênero construídas por Stein e a relevância do estudo sobre a autora nas áreas dos Estudos de Gênero e da História das Mulheres. Também as contribuições para a História da Cultura Escrita e da Leitura foram relevantes para a constituição a pesquisa. Palavras-chave: Gênero. Autoria feminina. Gertrude Stein.    

Biografia do Autor

Carolina Fernanda Antunes dos Santos, Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR)
graduanda em Licenciatura em História
Beatriz Polidori Zechlinski, Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR)
Doutora em História pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e professora na Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR)

Referências

BEAUVOIR, Simone. O Segundo Sexo: a experiência vivida. 3 ed. Tradução: Sérgio Milliet. Rio de Janeiro: Nova Fronteira Participações S.A, 2016.

BELLIN, Greyci P. A crítica literária feminista e os estudos de gênero: um passeio pelo território selvagem. Revista FronteiraZ. n. 7, p. 1-11, 2011. São Paulo.

BRAQUE, G. et al. Testimony against Gertrude Stein. Paris: Servire, 1935.

COLLIN, Luci. A reinvenção da linguagem em Gertrude Stein. Sibila, São Paulo, mar. 2009. Disponível em: < http://sibila.com.br/novos-e-criticos/a-reinvencao-da-linguagem-em-gertrude-stein/2265> Acesso em: 09 abr. 2019.

GALOW, Timothy W. Writing Celebrity: Modernism, Authorial Personas, and Self-Promotion in the Early Twentieth Century United States. 2008. Tese de Doutorado em Filosofia — Department of English and Comparative Literature. University of North Carolina.

HEMINGWAY, Ernest. Paris é uma festa. São Paulo: Bertrand Brasil, 2000.

LEJEUNE, Philippe. O pacto autobiográfico. Tradução: Jovita Maria Gerheim Noronha; Maria Inês Coimbra Guedes. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2008. pp. 13-103

MALCOLM, Janet. Two lives: Gertrude and Alice. London: Yale University Press, 2007.

MAZOWER, Mark. Continente sombrio: A Europa no século XX. Edição. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.

MOREIRA, I. C. M. Aqui há uma margem – teatro e exílio em Gertrude Stein, 2007. Tese de Doutorado em Teatro — Centro de Letras e Artes, UNIRIO.

OLIVEIRA, M. A. de. A Representação feminina na obra de Virgínia Woolf: um diálogo entre o projeto político e o estético, 2013. Tese de Doutorado em Estudos Literários — Faculdade de Ciências e Letras, UNESP.

PERROT, M. Minha História Das Mulheres. São Paulo: Contexto, 2007.

PERROT, Michelle. Os excluídos da história: operários mulheres e prisioneiros: operários mulheres e prisioneiros. 4 ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1988. p. 167-213.

RAGO, Margareth. Os prazeres da noite: Prostituição e códigos da sexualidade feminina em São Paulo (1890-1930). Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1991.

ROSSI, A. D. O tríptico feminino de Gertrude Stein. Acta scientiarum. Language and culture, Maringá, v. 32, n. 1, p. 135-136, 2010.

SCOTT, Joan. "La querelle des femmes" no final do século XX. Estudos feministas, Florianópolis, v. 9, n. 2, p. 367-388, jul./dez. 2001.

SHOWALTER, Elaine. A crítica feminista no território selvagem. In: HOLLANDA, Heloísa Buarque de. (Org.). Tendências e impasses: o feminismo como crítica da cultura. Rio de Janeiro: Rocco, 1994.

SOUHAMI, Diana. Gertrude and Alice. 1 ed. London: Pandora, 1991.

STEIN, Gertrude. A Autobiografia de Alice B. Toklas. Porto Alegre: L&PM, 1984.

______________. Autobiografia de Todo Mundo. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1983.

______________. The life of Juan Gris: the life and death of Juan Gris. Paris: Shakespeare and Company, 1927.

______________. Picasso. Nova York: Dover Publications, 2012.

VANACKER, Sabine A. The Presence of Women: Modernist Autobiography by Dorothy Richardson, Gertrude Stein and H. D. 1994. Tese de Doutorado em Filosofia — University of Hull.

WOOLF, Virginia. Um teto todo seu: 1 ed. São Paulo: Tordesilhas, 2014.

YALE UNIVERSITY. Gertrude Stein and The Atlantic. The Yale University Library Gazette, New Haven, v. 28, n. 3, p. 109-128, jan. 1954. Disponível em: <https://www.jstor.org/stable/40857619>.Acesso em: 01 fev. 2019.

Publicado
2019-05-07
Seção
Dossiê | Special Issue | Dossier