Envelhecimento como tema transversal na Educação Básica

Palavras-chave: Envelhecimento. Tema transversal. Educação básica.

Resumo

Esse artigo tem o objetivo de apresentar e defender a importância do envelhecimento como tema transversal na Educação Básica. Nas áreas da Educação e da Gerontologia, a temática em questão se refere à resposta aos desafios éticos que se apresentam na sociedade brasileira contemporânea. As questões que mobilizam a reflexão, são: Quais as concepções da expressão tema transversal? O envelhecimento vem sendo apresentado como tema transversal na legislação que se refere à Educação Básica? O quadro teórico traz as ideias de Paulo Freire, Busquets e outros pesquisadores contemporâneos. Os resultados da busca que empreendemos nos fizeram compreender que o envelhecimento como tema transversal está presente na legislação que se refere à Educação Básica. Porém, faz-se necessária a luta pela efetivação dos direitos garantidos em leis, para que a inserção do tema nas escolas seja efetiva e coerente com as bases legais.

Biografia do Autor

Meire Cachioni, Escola de Artes, Ciências e Humanidades-USP
Professora Associada da Universidade de São Paulo. Bacharel e Licenciada em Psicologia pela Universidade Metodista de Piracicaba (1989), Especialista em Gerontologia pela Universidade Metodista de Piracicaba (1995). Mestre em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (1998), Doutora em Gerontologia pela Universidade Estadual de Campinas (2002), Realizou estágio de pesquisa (bolsa Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo | FAPESP) no Instituto de Psicologia da Universidade de Salamanca, Espanha (2002). Pós-Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (2007), Livre-docente pela Universidade de São Paulo (2012). Docente e orientadora do Programa de Pós-Graduação em Gerontologia da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas, desde 2010. Presidente da Comissão de Cultura e Extensão da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo | EACH USP (2009-2013). Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Gerontologia | PPGGer EACH USP (2014-2018). Vice-coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Gerontologia | PPGGer EACH USP, desde junho de 2018. Coordenadora da Universidade Aberta à Terceira Idade | UnATI EACH USP, desde 2006. Membro titular da Comissão de Área da Saúde | CA EACH USP, desde 2018. Coordena convênios internacionais acadêmicos e de pesquisa: USP EACH/Brasil-Portugal: Instituto Politécnico de Coimbra | Escola Superior de Educação; Instituto Politécnico de Viana do Castelo | Escola Superior de Educação; Licenciatura em Educação Social Gerontológica, e Instituto Politécnico de Castelo Banco | Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Social. Coordena Projeto de Pesquisa (?Digital literacy and remote programmed intervention for the elderly through the use of mobile devices?) financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo | FAPESP, e coordenou projeto de pesquisa financiado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, Ministério da Educação, Brasil (2010-2014). Atualmente, é pós-doutoranda do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto | ICBAS|UPorto, Portugal. Tem interesse nas áreas gerontecnologia, gerontologia educacional, educação gerontológica, psicologia do envelhecimento, saúde-personalidade e envelhecimento.
Mônica de Ávila Todaro, Universidade Federal de São João del Rei-UFSJ
bailarina, atriz e coreógrafa. Possui graduação em Pedagogia, mestrado em Gerontologia e doutorado em Educação pela UNICAMP. É professora adjunta do Departamento de Ciências da Educação da Universidade Federal de São João del Rei (MG). Docente permanente do Programa de Pós-Graduação - Mestrado em Educação da UFSJ e coordenadora do PPEDU (2018-2019). Professora visitante (voluntária) da Universidad Austral - Cusco (Peru), de 2018 a 2019. Possui experiência em escolas públicas de educação básica, desde 1998, como professora, coordenadora pedagógica, diretora de escola e chefe de seção. Pesquisa nas áreas de Educação e Gerontologia, com ênfase nos seguintes temas: Dança; Corpo e educação; Ludicidade; Alfabetização de Idosos (EJA); Relações intergeracionais; e práticas educativas. É líder do grupo de pesquisa PEDAGOGIA DO CORPO CONSCIENTE (CNPq), desde 2014 e líder do Núcleo de Estudos sobre Corpo, Cultura, Expressão e Linguagens (NECCEL), da UFSJ, desde 2020
Publicado
2020-12-13
Seção
Artigos