A CONCEPÇÃO DOS JOVENS SOBRE A POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL NO INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ – IFPR

  • Amanda Costa Pinheiro Universidade Estadual do Paraná
  • Amanda de Souza Ribeiro Universidade Estadual do Paraná
Palavras-chave: Assistência Estudantil, Educação, Capitalismo

Resumo

A pesquisa investiga a concepção dos jovens sobre a política de assistência estudantil do Instituto Federal do Paraná. Foram entrevistados setes jovens com idade entre 17 e 19 anos que estão cursando o último ano do curso técnico em informática integrado ao ensino médio e que já tiveram contato com a política. O estudo aponta que os jovens possuem uma visão positiva da assistência estudantil, porém, ainda limitada ao entendimento que os benefícios são uma forma do Estado ajudar aos estudantes mais pobres, sem relacioná-la com o modelo de economia capitalista adotado no Brasil.

Biografia do Autor

Amanda Costa Pinheiro, Universidade Estadual do Paraná
Possui graduação em serviço social, mestrado interdisciplinar Sociedade e Desenvolvimento, em andamento. Assistente social no Instituto Federal do Paraná, Campus Paranavaí_PR.
Amanda de Souza Ribeiro, Universidade Estadual do Paraná
Possui graduação em pedagogia, mestrado interdisciplinar Sociedade e Desenvolvimento, em andamento.
Publicado
2016-08-15
Seção
Artigos