JUSTIÇA RESTAURATIVA: COVID-19 E SAÚDE MENTAL

  • Renata Luciane Polsaque Young Blood UEPG
  • Nei Universidade Estadual de Ponta Grossa- PR
  • Marcelo Rezende Young Blood Hospital Universitário Regional dos Campos Gerais

Resumo

Este artigo apresenta a experiência do Núcleo de Prática Jurídica do Centro Universitário Santa Amélia, em Ponta Grossa-PR, na aplicação de círculos virtuais de construção de paz no contexto do isolamento social provocado pela pandemia do COVID-19. O círculo é um método da Justiça Restaurativa, aqui definido como um programa simples, mas profundo, para construir relacionamentos mais significativos e ampliar a consciência emocional. Os impactos psicológicos negativos da quarentena motivou a migração dos círculos presenciais para on-line, entendendo que a prática circular pode contribuir para a construção de rede de apoio e no fortalecimento de vínculo entre as pessoas. Com este objetivo foram realizados, em três semestres, 96 círculos, envolvendo 738 pessoas, e o resultado foi a percepção de que o círculo, mesmo virtualmente, é capaz de promover o autoconhecimento e a conexão interpessoal de uma forma profunda e significativa, contribuindo positivamente com a saúde mental na pandemia.

Publicado
2021-12-14
Como Citar
POLSAQUE YOUNG BLOOD, R. L.; SALLES FILHO, N. A.; REZENDE YOUNG BLOOD, M. JUSTIÇA RESTAURATIVA: COVID-19 E SAÚDE MENTAL. Publicatio UEPG: Ciências Sociais Aplicadas, v. 29, n. dossiê JR, p. 1-14, 14 dez. 2021.
Seção
Justiça Restaurativa - Chamada 2021-1