DEFESA TÉCNICA POR ADVOGADO E ATO INFRACIONAL: ANÁLISE NO CENTRO DE SOCIOEDUCAÇÃO DA REGIÃO DE PONTA GROSSA

  • Everton Koupak Universidade Estadual de Ponta Grossa-PR
  • kelen Koupak Universidade Estadual de Ponta Grossa
  • Regina Fátima Wolochn Universidade Estadual de Ponta Grossa.

Resumo

Ao se tratar do ato infracional, especialmente quando se visa o âmbito da execução de medidas socioeducativas, observa-se que, na prática, existe um vácuo de conhecimento por parte dos adolescentes sobre a relação jurídico-processual operada pelos advogados. Partindo desta consideração, procedeu-se, então, a um estudo acerca da importância da defesa técnica por advogado para os adolescentes que cometem ou são acusados de cometer atos infracionais. Para o desenvolvimento da consideração tratada são trazidos dados que retratam o perfil do adolescente que cumpre medida socioeducativa de internação no Centro de Socioeducação da Região de Ponta Grossa. Tal investigação é subsidiada por pesquisa direta e indireta em cotejo com um raciocínio indutivo, explanando a doutrina da proteção integral no que concerne à defesa técnica.

Biografia do Autor

Everton Koupak, Universidade Estadual de Ponta Grossa-PR
Especialista em Direito Processual Penal e Prática Forense Penal pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Bacharel em Direito pela UEPG.
kelen Koupak, Universidade Estadual de Ponta Grossa
Bacharela em Direito pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Mestranda em Ciências Sociais Aplicadas na Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG).
Regina Fátima Wolochn, Universidade Estadual de Ponta Grossa.
Graduada em Direito e em Administração pela Universidade Estadual de Ponta Grossa. Mestre em Direito pelas Faculdades Integradas do Brasil - Unibrasil. Doutora em Ciências Sociais Aplicadas pela Universidade Estadual de Ponta Grossa.
Publicado
2019-12-19
Seção
Artigos