Gênero e Corporeidade

  • Roseli Alves Santos Unioeste
  • Luiz César Teixeira dos Santos UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ e UNIVERSIDADE DEFERAL DE PELOTAS
Palavras-chave: Gênero, Corporeidade, Escola.

Resumo

Este texto é resultado de um trabalho desenvolvido entre profissionais da Geografia e da Educação Física, no qual se discute a questão da mulher na sociedade contemporânea e as implicações oriundas da conformação do conceito de gênero em nossa sociedade. Foram considerados, para essa pesquisa, as experiências vivenciadas durante oficinas realizadas com grupos constituídos por educadoras e educadores da educação básica do município de Francisco Beltrão e de Palmas, em que se debateu sobre a temática de gênero, tendo como eixo orientador. Os relatos das educadores e educadores participantes demonstram a existência de comportamentos, atitudes e falas que reforçam preconceitos historicamente presentes na sociedade brasileira, independentemente de gênero. Assim, no presente texto, busca-se refletir e questionar modelos determinados pela cultura dominante como parâmetros do que deva ser o homem e a mulher, de como devem ser educados e de como precisam se comportar.

Biografia do Autor

Roseli Alves Santos, Unioeste
Professora Associada da Universidade Estadual do Oeste do Paraná da graduação e pós graduação em geografia.
Luiz César Teixeira dos Santos, UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ e UNIVERSIDADE DEFERAL DE PELOTAS
Professor do Curso de Pedagogia da Universidade Estadual do Oeste do Paraná e doutorando do Programa de Pós-Graduação da Universidade Federal de Pelotas. Bolsista CAPES/FUNDAÇÃO ARAUCÁRIA
Publicado
2017-07-22
Seção
Artigos / Articles/ Artículos