Violência doméstica e masculinidades: uma análise geográfica

  • Dimas Diego Gontarek
  • Joseli Maria Silva Universidade Estadual de Ponta Grossa

Resumo

Este artigo analisa os diferentes significados de gênero construídos por homens envolvidos em violência doméstica na cidade de Ponta Grossa, Paraná. Para cumprir tal intento foi realizada uma dinâmica com um grupo de dezenove homens condenados por violência doméstica que são obrigados, como parte de sua pena, a realizar um curso de reflexão sobre atos, valores e ideias que são geradores da violência contra as mulheres na Organização Não Governamental ‘Melhor Viver’. Com autorização judicial e apoio de um profissional da área de psicologia foi realizada uma dinâmica de grupo focal, inspirada na ideia de Selltiz et. al (1987), em que foram discutidas, classificadas e registradas as representações de masculinidade, feminilidade, família e espaço doméstico. A pesquisa evidenciou a permanência de valores tradicionais de gênero em que são enaltecidos os homens como provedores de suas famílias e trabalhadores, enquanto as mulheres retratadas como desejáveis são aquelas que cumprem o acolhimento e a maternidade.
Publicado
2021-03-10
Seção
Artigos / Articles/ Artículos