Territorialidade ausente

  • Laura Victoria Franquelli

Resumo

Desde a perspectiva da sociologia das ausências, as epistemologías transfeministas e as geografias de gênero, tentamos compreender os vazios que rodeiam as identidades masculinas transgênero. Ausências teóricas nos estúdios da crescente Geografia de Gênero, ausências de identificação transmasculina nos coletivos lgtttbq+ e ausências de apropriação e construção de territorialidades trans. Tomamos neste trabalho a noção de “performatividad” de gênero e se aplica na construção social do espaço cis-heteronormativo. Se observa no espaço uma permanente “performativización” das ausências, uma afirmação permanente da não existência de sujetes trans em alguns territórios.

Publicado
2021-10-07
Seção
Diálogo Movimentos Sociais/ Social Movement Dialogue / Diálogo Movimientos Sociales