De gueto a destino turístico urbano: um estudo da ‘regulierdwarsstraat’, Amsterdã, Holanda no contexto LGBTQ+

  • Christopher Smith Bignardi Neves Universidade Federal do Paraná
  • Marcelo Chemin Universidade Federal do Paraná
  • Luiz Ernesto Brambatti Universidade Federal do Paraná

Resumo

O texto apresenta uma interpretação espacial e funcional da tradicional e excêntrica Reguliersdwarsstraat como reduto turístico direcionados para o público LGBTQ+. O conceito de Área Funcional Turística (Precinct) e a clássica teoria da expansão dos equipamentos turísticos de Miossec (1977), conferiram o principal suporte teórico ao estudo, que contou com trabalho de campo, operacionalizado pela metodologia da observação participante. O artigo além de discutir o Turismo Urbano, apresenta uma caracterização do ambiente em que prevalece uma perspectiva histórica da configuração da Reguliersdwarsstraat, chegando ao panorama atual. Pode-se concluir que a área se desenvolveu integrada à dinâmica da cidade, superando uma condição histórica de gueto, sendo mais recentemente impulsionada pelo público frequentador, o que favoreceu a consolidação de Amsterdam como um Destino Turístico Urbano Cosmopolita para o público LGBTQ+.

Biografia do Autor

Marcelo Chemin, Universidade Federal do Paraná

Bacharel em Turismo pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (2001). Mestre em Turismo, UNIVALI (2004). Doutor em Geografia, UFPR (2011). Professor da Universidade Federal do Paraná (UFPR - S. Litoral) - D.E. Vinculado ao Colegiado de Gestão de Turismo (Superior de Tecnologia). É Tutor do Programa de Educação Tutorial (MEC) Litoral Social. Professor permanente do Programa de Pós Graduação (Mestrado) em Turismo (PPGTUR) da UFPR. Integrante do Grupo de Pesquisa CNPQ "TURISMO, TERRITÓRIO E DESENVOLVIMENTO"

Luiz Ernesto Brambatti, Universidade Federal do Paraná

Possui graduação em Filosofia pela Universidade de Caxias do Sul (1981), Especialização em Comunicação Social ( FAMECOS- PUC/RS), Especialização em Metodologia do Ensino Superior ( UCDB/MS), Mestrado em Educação pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (1994), Doutorado em Sociologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2006) com Estagio na Università degli Studi di Trento onde pesquisou a racionalidade instrumental em Max Weber, Pós Doutorado realizado na Universidade de Caxias do Sul, UCS, em 2016-2017, com estágio na Universidade de Alicante, Espanha. Atualmente é professor da Universidade Federal do Paraná, Mestrado em Turismo, onde responde pela disciplina de Impactos Sociais do Turismo, e da UFPR- Setor Litoral, curso de Tecnologia em Gestão do Turismo e atua como docente nas áreas de Sociologia do Turismo, Agenciamento e Transportes e Legislação Aplicada ao turismo.

Publicado
2021-10-07
Seção
Artigos / Articles/ Artículos