Análise Espacial do Feminicídio e Fatores Associados à Violência Interpessoal em Pernambuco no Período de 2012 a 2016

Resumo

O artigo analisa a distribuição espacial do feminicídio e os fatores associados à violência interpessoal no estado de Pernambuco, Brasil, no período de 2012 a 2016. Trata-se de uma abordagem transversal, constituída por vítimas de feminicídio que possuíam registro de violência. Foram relacionados os registros de violência do Sistema de Informação de Agravos de Notificações e do Sistema de Informações sobre Mortalidade. A distribuição espacial dos feminicídios identificou aglomerados na macrorregião Metropolitana de Pernambuco. Foram evidenciados 76 feminicídios, com notificação de violência. As mulheres que foram submetidas a violações por corte ou objeto perfurante, residentes na macrorregião do Sertão ou Vale do São Francisco apresentaram maiores chances para o desfecho de violência fatal.

Biografia do Autor

Dayane da Rocha Pimentel, Instituto Aggeu Magalhães – IAM. Fundação Oswaldo Cruz. Recife, Pernambuco, Brasil
Enfermeira com formação acadêmica na Universidade de Pernambuco (2017.2). Sanitarista (2020.1), pós-graduada em Enfermagem do Trabalho com Ênfase em Gestão de Núcleos de Saúde do Trabalhador pelo Instituto de Desenvolvimento Educacional (I.D.E) (2020.1) e mestranda em Saúde Pública com área de concentração em Epidemiologia pelo Instituto Aggeu Magalhães - IAM/Fiocruz-PE.
Publicado
2021-03-10
Seção
Artigos / Articles/ Artículos