A construção social de mulheres no 'Programa Mulheres Mil': olhares dos agentes implementadores

  • Elisabete Corcetti Instituto Federal do Espírito Santo
  • Maria das Dores Saraiva Loreto Universidade Federal de Viçosa

Resumo

O objetivo do artigo é analisar as lógicas, os pressupostos e as crenças presentes no contexto do Programa Mulheres Mil, verificando como as mulheres são representadas pelos agentes implementadores do programa. A pesquisa, de natureza qualitativa, baseou­se na proposta transdisciplinar, que dialoga os princípios epistemológicos dos estudos discursivos críticos de Fairclough, Chouliaraki e Fairclough, combinados com os modelos analíticos de implementação de políticas públicas. Os resultados evidenciaram que os elementos do policy design do Programa Mulheres Mil, pautados em construções sociais e culturas institucionais, atuaram de forma decisiva nas estruturas de implementação da política. Recomenda­se a reestruturação do programa, principalmente com relação à metodologia escolhida para implementá­lo.

Biografia do Autor

Elisabete Corcetti, Instituto Federal do Espírito Santo
possui graduação em Administração pela Faculdade de Ciências Econômicas, Contábeis e de Administração de Varginha (1992) e mestrado em Administração pela UFES (2009). É atualmente professora do Instituto Federal de Educação do Espírito Santo e doutoranda em Economia Doméstica pela Universidade Federal de Viçosa (MG). Tem experiência na área de Gestão de Pessoas, Empreendedorismo e Análise de políticas públicas.
Maria das Dores Saraiva Loreto, Universidade Federal de Viçosa
Possui graduação em Economia Doméstica e em Ciências Econômicas, bem como Mestrado e Doutorado em Economia Rural, pela Universidade Federal de Viçosa, além de Pós-doutorado em Família e Meio Ambiente pela University of Guelph-Canadá. Foi admitida na Universidade Federal de Viçosa em 1991, sendo enquadrada atualmente como Professora Titular do Deptº de Economia Doméstica (DED). É Membro da Comissão Pesquisa e de Ensino do DED, além de fazer parte da Comissão de Seleção, Acompanhamento e Avaliação dos Programas de Iniciação Científica da UFV. Possui experiência nas áreas de Economia Doméstica, Ciências Econômicas e Economia Agrária e dos Recursos Naturais, com atuação nas seguintes linhas de pesquisa: Estudos e Avaliação de Políticas Públicas, Programas e Projetos; Família, Redes Sociais e Qualidade de Vida; Família, Meio Ambiente e Sustentabilidade; Relações de Gênero, Conflitos e Violência; Trabalho, Consumo e Desenvolvimento.
Publicado
2019-02-20
Seção
Artigos / Articles/ Artículos