Um conjunto de montanhas e de práticas culturais como escala de pesquisa em história ambiental

Autores

  • Alessandra Izabel de Carvalho Universidade Estadual de Ponta Grossa, Brasil

Palavras-chave:

História ambiental, montanhas do Marumbi, escalas de pesquisa

Resumo

O artigo parte de uma discussão acerca da escolha das escalas nas pesquisas de história ambiental, proposta por Emily Wakild, para pensar as práticas culturais de um grupo específico que frequentou, na primeira metade do século XX, as montanhas do Marumbi – maciço localizado na porção paranaense da Serra do Mar. Apesar da ênfase na escala cultural, a intenção é demonstrar com esse estudo de caso como várias escalas podem se justapor quando buscamos analisar as interações que envolvem um lugar, as pessoas que ali convivem e a natureza circundante.

Biografia do Autor

Alessandra Izabel de Carvalho, Universidade Estadual de Ponta Grossa, Brasil

Doutora pela UNICAMP em História e atualmente professora adjunta do Depto e do Programa de Pós-Graduação em História da UEPG

Downloads

Publicado

2015-12-16

Como Citar

CARVALHO, A. I. de. Um conjunto de montanhas e de práticas culturais como escala de pesquisa em história ambiental. Revista de História Regional, [S. l.], v. 20, n. 2, 2015. Disponível em: https://revistas2.uepg.br/index.php/rhr/article/view/8072. Acesso em: 25 jun. 2022.

Edição

Seção

Dossiê As delimitações espaciais na pesquisa em história ambiental