Narrativas de um "milagre": as transformações bioculturais no Cerrado brasileiro

  • Claiton Da Silva UFFS
  • Marlon Brandt UFFS
  • Delmir José Valentini

Resumo

Este artigo tem por objetivo principal abordar como o Cerrado se tornou o território privilegiado para a expansão da fronteira agrícola no Brasil. Até a Segunda Guerra Mundial considerado enquanto um território dominado por solos ácidos e que, no máximo, apropriado para pastagens, o impulso do Estado brasileiro e de empresas privadas em pesquisas sobre fertilidade dos solos transformou o Cerrado brasileiro em um “celeiro de grãos” e da pecuária moderna em pouco mais de quatro décadas – um “milagre”, nas palavras dos defensores do agronegócio. Por outro lado, muitas das práticas tradicionais de fertilização e cultivo foram relegadas. Para esta pesquisa, foram utilizados referenciais bibliográficos e pesquisa de arquivo, principalmente relacionada à pesquisa de solos.
Publicado
2020-12-02
Seção
Dossiê O Brasil central: História, discursos e representações