Laicismo e o espiritismo: A Aliança Espírita Santa-Mariense e a constituinte de 1934

Renan Santos Mattos

Resumo


O artigo discute questões relativas à atuação do movimento espírita na cidade de Santa Maria – RS, tendo por objeto de estudo o posicionamento da Aliança Espírita Santa-Mariense naconstituinte de 1934, e a candidatura de Fernando do Ó. Destacamos tal posicionamento a partir do que foi publicado no jornal Diário do Interior de 1930 a 1934, relacionando-o com sua luta pela laicização do estado e da sociedade na constituinte de 1934. Essas discussões foram sustentadas na análise do Pierre Bourdieu sobre as disputas percebidas do campo religioso em que o espiritismo defende um estado laico.


Palavras-chave


Espiritismo, Constituinte de 1934, Laicismo, Santa Maria-RS.

Texto completo:

PDF


 

 

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia