Gestão partidária e elites provinciais no Brasil monárquico: a substituição de lideranças do Partido Liberal na Província do Paraná (1862-1863)

Sandro Aramis Richter Gomes

Resumo


O presente artigo comporta uma investigação a respeito dos fatores e aspectos da substituição de duas lideranças do Partido Liberal no litoral da Província do Paraná, nos anos de 1862 e 1863. O objetivo central deste estudo é a produção de um conhecimento acerca dos modos de gestão de unidades regionais do Partido Liberal em um contexto anterior à reorganização administrativa desta agremiação, ocorrida em 1868. Demonstra-se que, no aludido período, as formas de administração de unidades locais do Partido Liberal do Paraná eram distinguidas pela baixa formalização de regras. Tal situação favorecia o exercício, pela elite regional, de ampla autonomia no controle da vida interna daquelas unidades. Na Província do Paraná, existiam distinções quanto ao modo de implantação e gestão de unidades do Partido Liberal. Assim, a estruturação local dessa agremiação não era marcada pela interferência do diretório nacional do partido.


Palavras-chave


Brasil monárquico; elites políticas; gestão partidária; Província do Paraná

Texto completo:

PDF


 

 

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia