A análise de políticas educacionais por meio do modelo de múltiplos fluxos

Resumo

O presente trabalho apresenta os elementos que caracterizam o chamado Modelo de Múltiplos Fluxos, sua utilização no âmbito da análise de políticas públicas e seu posterior refinamento para a aplicação em contextos institucionais distintos daquele em que foi formulado. O modelo, concebido no âmbito da Ciência Política, ainda é pouco conhecido dos pesquisadores do campo das Políticas Educacionais e, tendo em vista a defesa de seu potencial analítico, é utilizado na análise do debate sobre os processos de agenda setting e tomada de decisão quando da tramitação do Programa Universidade Para Todos (ProUni) junto ao Congresso Nacional, considerando a disputa por ideias e soluções. Conclui-se que o uso do modelo apresenta a vantagem de incorporar novos objetos de análise para as políticas educacionais, permitindo a compreensão de como as decisões políticas são tomadas e se materializam sob a forma de programas e políticas educacionais. Além disso, o modelo considera a construção de políticas públicas no contexto e na consideração dos limites de uma dada institucionalidade. Palavras-chave: Modelo de Múltiplos Fluxos. Políticas Educacionais. ProUni.
Publicado
2020-09-14
Edição
Seção
Artículos