Recontextualização de discursos curriculares: um olhar a partir da epistemologia Fleckiana

Resumo

Com o objetivo de identificar matizes de pensamento acerca do processo de recontextualização de discursos curriculares, realizamos uma pesquisa de abordagem qualitativa, sob um viés epistemológico, a partir da epistemologia de Ludwik Fleck (2010). Tendo como objeto de investigação pesquisas acadêmicas, que utilizam a categoria de Recontextualização por Hibridismo proposta por Alice Casimiro Lopes. Buscamos aspectos que possam contribuir para qualificar entendimentos acerca do processo de construção/implantação de políticas públicas curriculares no Brasil. Por meio da análise de conteúdo em uma dissertação de mestrado e duas teses de doutorado, depreende-se que há modificações nos discursos acerca da categoria Recontextualização por Hibridismo, que caracterizam matizes de pensamento. Os nuances identificados não alteram o sentido proposto pela autora de forma significativa, no entanto, a discussão levantada ao longo da pesquisa contribui para o debate epistemológico, o que fortalece a utilização da perspectiva em estudos que tratam de currículo no Brasil. Palavras-chaves: Análise epistemológica. Circulação intercoletiva. Matizes de pensamento.
Publicado
2020-11-07
Edição
Seção
Artículos