Elaboração e análise de redes de política

  • Luciane Oliveira da Rosa Universidade do Vale do Itajaí - Univali
  • Valéria Silva Ferreira Universidade do Vale do Itajaí - Univali
  • Sandra Cristina Vanzuita da Silva Universidade do Vale do Itajaí - Univali

Resumo

Uma das formas de estudar políticas educacionais é descortinar os bastidores dessas, reais intenções e negociações. O entendimento que a educação pode ser um negócio e não um direito subjetivo abre as portas para a criação de um mercado educacional, em que tudo pode ser comprado e vendido. Isso requer diferentes formas de pesquisar e mapear esses relacionamentos por meio de novos conceitos e métodos.  A etnografia de redes é uma dessas possibilidades de analisar as redes sociais e políticas. Os dados podem ser coletados online e salvos para análise offline. Esse tipo de pesquisa é abrangente e pode incluir vários métodos: levantamentos, entrevistas, análise de rede social. As redes políticas são dinâmicas e flexíveis, estão em constante movimentação, ligações são feitas e desfeitas a qualquer momento, e a rede pode se ampliar e abranger outras redes, como o exemplo apresentado neste artigo, da Rede do Movimento pela Base e o caso do “Todos pela Educação”. Assim, as ligações entre as instituições e as pessoas que formam uma rede são reveladas e buscam a compreensão de como acontecem as mobilidades políticas e como a rede funciona. Palavras-chave: Pesquisa online. Políticas educacionais. Rede de políticas.

Biografia do Autor

Luciane Oliveira da Rosa, Universidade do Vale do Itajaí - Univali
Doutoranda em Educação pelo PPGE Univali.Mestre em Educação.Integrante do Grupo de Pesquisa Contextos da Educação da Criança - GPCEC
Valéria Silva Ferreira, Universidade do Vale do Itajaí - Univali
Doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUCProfessora do Programa de Pós-graduação da Univali.Coordenadora do Grupo de Pesquisa Contextos da Educação da Criança - GPCEC
Sandra Cristina Vanzuita da Silva, Universidade do Vale do Itajaí - Univali
Doutora em Educação pela Universidade do Vale do Itajaí.Professora do Programa de Pós-graduação da Univali.Integrante do Grupo de Pesquisa Contextos da Educação da Criança - GPCEC

Referências

AUTORAS, 2018

AVELAR, M. Interview with Stephen J. Ball: analysing his contribution to education policy research. Archivos Analíticos de Políticas Educativas, v. 24, n. 24, p. 1- 15, 29 fev. 2016. DOI: https://doi.org/10.14507/epaa.24.2368

AVELAR, M.; BALL, S. J. Mapping new philanthropy and the heterarchical state: The Mobilization for the National Learning Standards in Brazil. International Journal of Educational Development, v. 64(C), p. 65-73, nov. 2017. DOI: 10.1016/j.ijedudev.2017.09.007

BALL, S. J. Educação Global S.A.: novas redes políticas e o imaginário neoliberal. Tradução Janete Bridon. Ponta Grossa: UEPG, 2014a.

BALL, S. J. Globalización, mercantilización y privatización: tendências internacionales en Educación y Política Educativa. Archivos Analíticos de Políticas Educativas, v. 22, n. 41, jun. 2014b. DOI: http://dx.doi.org/10.14507/epaa.v22n41.2014

BALL, S. J. Laboring to relate: neoliberalism, embodied policy, and network dynamics. Peabody Journal of Education, v. 92, p. 29-41, jan. 2017. DOI: https://doi.org/10.1080/0161956X.2016.1264802

BRASIL. Ministério de Estado da Educação. Secretaria de Educação Básica. Base Nacional Comum Curricular: Educação é a Base - Terceira Versão. Brasília, DF: MEC, 2017. Disponível em: http://movimentopelabase.org.br/biblioteca/. Acesso em: 12 mar. 2018.

FOUCAULT, M. A ordem do discurso: aula inaugural no Collège de France, pronunciada em 2 de dezembro de 1970. Tradução Laura Fraga de Almeida Sampaio. São Paulo: Edições Loyola, 2014.

KOZINETS, R. V. Netnografia (recursos eletrônicos: realizando pesquisa etnográfica on line. Tradução Daniel Bueno. Porto Alegre: Penso, 2014.

MAINARDES, J. Abordagem do ciclo de políticas: uma contribuição para a análise de políticas educacionais. Educação & Sociedade, Campinas, v. 27, n. 94, p. 47-69, jan./abr. 2006. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0101-73302006000100003

MAINARDES, J.; FERREIRA, M. dos S.; TELLO, C. Análise de políticas: fundamentos e principais debates teórico-metodológicos. In: BALL, S. J.; MAINARDES, J. (orgs.). Políticas educacionais: questões e dilemas. São Paulo: Cortez, 2011. p. 143-172.

MOVIMENTO pela Base Nacional Comum. Quem somos. 2018. Disponível em: http://movimentopelabase.org.br/quem-somos/. Acesso em: 12 mar. 2018.

SOUZA, A. R. A política educacional e seus objetos de estudo. Revista de Estudios Teóricos y Epistemológicos en Política Educativa, v. 1, n. 1, p. 75-89, jan. 2016.

Publicado
2019-11-13
Edição
Seção
Dossiê: Redes e Políticas Educacionais: debates teóricos, metodológicos e problematizações