A disciplina de Política Educacional nos cursos de Pedagogia: um estudo preliminar

  • Gislaine Macedo Marçal Perão Universidade Estadual do Centro Oeste
  • Michelle Fernandes Lima Universidade Estadual do Centro-Oeste

Resumo

Resumo: O artigo apresenta os resultados de uma pesquisa que teve como tema central a disciplina de Política Educacional nos cursos de Pedagogia, realizada no âmbito do curso de Pedagogia UNICENTRO (PR). O objetivo foi identificar a nomenclatura, carga horária e ano de oferta da disciplina de Política Educacional em três cursos de Pedagogia de Universidades Estaduais do Paraná, bem como os principais desafios encontrados pelos professores em relação a esse campo de estudo. O levantamento e a análise de dados ocorreram por meio de pesquisas dos projetos pedagógicos de cursos nos sites dos institucionais, e questionário via e-mail aos professores que atuam na disciplina de Política Educacional no curso de Pedagogia das três instituições pesquisadas. A partir da pesquisa realizada podemos observar que a disciplina de Política Educacional é de suma importância na formação de professores, ocupa um espaço obrigatório nos cursos de licenciatura, e contempla questões econômicas, políticas, históricas e sociais da educação.   Palavras-chave: Políticas Educacionais. Disciplina de Política Educacional. Curso de Pedagogia. Projeto Pedagógico de Curso. Pesquisa em Política Educacional.

Referências

Brasil. Decreto 19.851, de 11 de abril de 1931. Estatuto das Universidades Brasileiras.

Brasil. Decreto-Lei nº1190 de 04/04/1939. Organiza a Faculdade Nacional de Filosofia. 1939. Disponível em www.senado.gov.br. Último acesso em 11 de novembro de 2006.

Brasil. Parecer CFE nº 252, de 11 de abril de 1969. Fixa a duração do currículo mínimo do curso de Pedagogia.

Costa, A. C., Muranaka, M. A. S., & Borghi, R. F. (2016). A contribuição da disciplina PEB à formação de professores do ensino básico: estudo do caso das licenciaturas em uma universidade estadual. Anais do I Encontro Latino-americano de professores de política educativa e II Seminário Internacional de questões de pesquisa em educação, 2015, São Paulo, SP, Brasil, 1, pp. 1-24.

Cristofoli, M. S. (2015). “O estudo da política educacional como componente curricular dos cursos de formação de professores nas universidades públicas”. Políticas Educativas, 8 (2), 1-15.

Flach, S. F., & Masson, G. (2014). “A disciplina de política educacional em cursos de formação de professores”. Revista Pedagógica, 16 (33), 205-220.

Giovine, R. (2016). El oficio de enseñar política educativa: desplazamientos políticos y epistemológicos en los programas de formación docente universitaria en Argentina. Revista de Estudios Teóricos y Epistemológicos en Política Educativa, 1 (2) 451-476.

Guimarães-Iosif, R., Limeira, L. C. & Santos, A.V. (2018) O ensino de Política e Gestão Educacional nos cursos de licenciatura. Práxis Educativa, 13 (1), 1-22.

Júnior, M. S., & Galvão, A. M. O. (2005). “História das disciplinas escolares e história da educação: algumas reflexões”. Educação e Pesquisa, 31 (3), 391-408.

Mainardes, J., & Stremel, S. (2017). Aspectos da formação do pesquisador em Política Educacional na Pós-Graduação no Brasil. Anais do Congreso Latinoamericano y Caribeño de Ciencias Sociales, Salamanca, Espanha, 4.

Mainardes, J., Stremel, S., & Rosa, G. L. R. (2017). “A pesquisa sobre a disciplina Política Educacional no Brasil: situação e perspectivas”. Revista Brasileira de Política e Administração de Educação, 33 (2), 287-307.

Mancebo, M. E. (2017). La enseñanza de Política Educativa en Uruguay: ¿acumulación incipiente o rezago? Revista de Estudios Teóricos y Epistemológicos en Política Educativa, 2, 1-15.

Mendes, V. (2015). “O estudo da política educacional nos cursos de licenciatura de uma instituição federal de ensino superior”. Anais do I Encontro Latino-americano de professores de política educativa e II Seminário Internacional de questões de pesquisa em educação, São Paulo, SP, Brasil, pp. 1-21.

Moreira, L. P., & Iulianelli, J. A. S. (2017). “Formação docente e ensino de política educacional em instituições de educação superior do Rio de Janeiro”. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, Rio de Janeiro, 25 (97), 854-873.

Oliveira, D. A. Política educacional. Dicionário - Verbetes. Grupo de Estudos sobre Política Educacional e Trabalho Docente – Gestrado – UFMG, 2010. Recuperado de http://www.gestrado.net.br/?pg=dicionario-verbetes&id=420

Pronko, M. A. (2015). Desafios teórico-metodológicos para o ensino de políticas educacionais na perspectiva do materialismo histórico. In: Anais do I Encontro Latino-americano de professores de política educativa e II Seminário Internacional de questões de pesquisa em educação, Guarulhos-SP. Anais... Guarulhos-SP: UNIFESP. p. 1-17.

Pronko, M. A. (2016). “Desafios teórico-metodológicos para o ensino de políticas educacionais na perspectiva do materialismo histórico”. Revista de Estudios Teóricos y Epistemológicos en Política Educativa, 1 (2), 1-17.

Rosa, G. L. R. (2016). A disciplina Política Educacional no curso de Pedagogia e Licenciaturas da Universidade Estadual de Ponta Grossa. Trabalho de Conclusão de Curso (Pedagogia), Universidade Estadual de Ponta Grossa, Ponta Grossa, PR, Brasil.

Sheen, M. R. C. C. (2007). “A política educacional como momento de hegemonia: notas metodológicas a partir das contribuições de Antonio Gramsci”. Revista HISTEDBR On-line, 25, 3-12.

Stremel, S. (2016). A constituição do campo acadêmico da política educacional no Brasil. 2016. 315 f. Tese de Doutorado em Educação, Universidade Estadual de Ponta Grossa, Ponta Grossa, PR, Brasil.

Stremel, S. (2017). “Aspectos teórico-metodológicos para a análise da constituição do campo acadêmico da política educacional no Brasil”. Revista de Estudios teóricos y Epistemológicos en Política Educativa, 2, 1-4.

Stremel, S., & Mainardes, J. (2015). “A disciplina Política Educacional em cursos de Pedagogia no Brasil: primeiras aproximações”. Jornal de Políticas Educacionais, 9 (17-18), 137-155.

Stremel, S., & Mainardes, J. (2016). A emergência do campo acadêmico da política educacional em diferentes países. Tópicos Educacionais, 22 (1), 62-85.

UEL. Ementa curso de Pedagogia UEL. Recuperado de http://www.uel.br/prograd/catalogo-cursos/catalogo_2016/ementas/pedagogia_noturno.pdf

UEL. Matriz curricular curso de Pedagogia UEL. Recuperado de http://www.uel.br/prograd/catalogo-cursos/catalogo_2016/organizacao_curricular/pedagogia_noturno.pdf

UEM. Ementa e Matriz curricular curso de Pedagogia UEM. Recuperado de http://sites.uem.br/pen/deg/apoio-aos-colegiados-aco/documentos/cursos-1/cursos/pedagogia-matutino-noturno

UENP. Universidade Estadual do Norte do Paraná. Recuperado de http://www.uenp.edu.br/

UEPG. Ementa e Matriz curricular curso de Pedagogia UEPG. Recuperado de http://www.uepg.br/catalogo/cursos/2016/pedagogo.pdf

UNESPAR. Ementa e Matriz curricular curso de Pedagogia UNESPAR/ Campus Apucarana. Recuperado de http://www.fecea.br/userfiles/MATRIZ%20CURRICULAR%20DO%20CURO%20DE%20PEDAGOGIA.pdf

UNICENTRO. Ementa curso de Pedagogia UNICENTRO/Campus Irati. Recuperado de http://sguweb.unicentro.br/pdplanoensinos/visualizar/4e2a8866-014f-f013-fcb3-e9393e716197/id2:0918%7CI/url_return:%7Cpdplanoensinos%7Cpesquisa%7C%7C%7CPddisciplina1.cds_disciplina:Pol%C3%ADtica

UNICENTRO. Matriz Curricular curso de Pedagogia UNICENTRO/Campus Irati. Recuperado de http://www2.unicentro.br/proen/files/2016/12/Pedagogia-I.pdf?x34126

UNIOESTE. Ementa e Matriz curricular curso de Pedagogia UNIOESTE. Recuperado de http://www5.unioeste.br/portalunioeste/cascavel/graduacao?campi=0&curso=CSC0047.

Publicado
2017-11-28
Edição
Seção
Artículos