AVALIAÇÃO DO COMPORTAMENTO MECÂNICO DE MISTURAS DE SOLO-CIMENTO COM ADIÇÃO DE RESÍDUOS DE BORRACHA

Autores

Resumo

Devido a evolução na geração per capta de resíduos no Brasil, torna-se interessante estudos que buscam melhorar o comportamento, tanto mecânico quanto hidráulico, dos solos através da adição de outros elementos como, por exemplo, cal, vidro e fibras em geral. Cada material é estudado a fim de ceder alguma melhoria quando em composição com os solos, e com a borracha não é diferente, ainda mais por saber que a produção de pneus no país cresce em larga escala. Assim, este estudo propõe-se a avaliar o comportamento de misturas do solo de argiloso de Apucarana/PR e resíduos de borracha provenientes de pneus inservíveis, com introdução de cimento como material aglomerante. Para tal, foi realizada a caracterização dos materiais estudados (solo e borracha) e a avaliação do comportamento mecânico a compressão simples e a tração na compressão diametral de misturas com os teores de 0% (traço referência) 2% e 4% de borracha triturada de pneu, alternando a quantidade de cimento entre 2% e 4%. Baseando-se nos resultados obtidos, observou-se o potencial do uso deste tipo de material em aplicações geotécnicas e, para o caso estudado, o teor ideal foi o de 2% de teor de borracha triturada de pneu, juntamente com 2% de cimento. Conclui-se que, o uso de resíduos de pneu pode ser realizado com o auxílio do cimento obtendo ganho de resistência, sendo assim uma forma de minimização de geração de pneus inservíveis como uma destinação técnica no campo da engenharia civil.

Downloads

Publicado

2022-03-02

Edição

Seção

Artigos