KICK E BLOWOUT NA EXPLOTAÇÃO DE POÇOS DE PETRÓLEO – UMA REVISÃO

  • Jeferson Santos Santana Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas
  • Henrique Torres de Campos Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas
  • Elisangela Silvana Cardoso

Resumo

A indústria do petróleo tem crescido gradativamente devido à alta demanda pelos seus derivados englobando grande parte da economia mundial. Com o passar do tempo, foram-se aprimorando as técnicas tanto de perfuração quanto de segurança e de monitoramento de poços com intuito de minimizar possíveis incidentes. Uma dessas técnicas é a de Controle de Poço que tem como um dos objetivos o monitoramento da pressão hidrostática no fundo do poço para que ela seja sempre maior do que a pressão dos poros de formação (Controle Primário). Caso o Controle Primário do poço falhe, pode gerar um kick, que é um fluxo indesejado de fluido da formação que entra no interior do poço, quando o poço está aberto, a pressão no seu interior reduzirá devido à expansão descontrolada do gás, causando uma crescente redução da pressão hidrostática ocasionando um blowout. Quanto mais rápido o kick for detectado, mais fácil será seu controle, evitando acontecer um blowout. Para isso, todo o poço é equipado com o BOP – Blowout Preventer, que são válvulas designadas a fechar o poço a qualquer momento quando ocorrer um kick que serão detalhadas neste estudo.
Publicado
2021-06-25
Seção
Artigos