ANÁLISE DAS PROPRIEDADES MECÂNICAS DO CONCRETO AUTO ADENSÁVEL COM RESÍDUOS DE CONSTRUÇÃO E DEMOLIÇÃO

Resumo

Resumo: O Concreto Auto Adensável (CAA) é considerado um dos maiores avanços no desenvolvimento de novos concretos, sua eficiência está relacionada a elevada fluidez, aumentando assim a produtividade e facilidade na construção. Além de ser considerado um concreto especial, este pode-se apresentar como um material sustentável ao substituir os agregados miúdos naturais por agregados miúdos provenientes de Resíduos de Construção e Demolição (RCD). Assim, este estudo foi desenvolvido com o objetivo de investigar a influência da substituição parcial de agregado miúdo natural (AMN) por agregado miúdo reciclado (AMR) provenientes da Usina Hidrelétrica de Tucuruí-PA. A metodologia de dosagem baseou-se numa adaptação do método de Gomes. Durante o estudo no estado fresco empregou-se os ensaios de Espalhamento, Funil-V e Caixa-L. Testaram-se 3 teores de substituição (10%, 20% e 30%) de AMN por AMR, comparando-os com um CAA de referência. Os corpos de provas cilíndricos foram submetidos aos ensaios mecânicos de Resistência à Compressão Axial e Resistência à Tração por Compressão Diametral e rompidos com 7 e 28 dias. Baseado nos resultados encontrados, conclui-se que é possível produzir CAA com até 30% de AMR, mantendo suas propriedades no estado fresco e endurecido dentro dos parâmetros propostos por norma. Observou-se, também, que com uma metodologia de dosagem adequada é possível reduzir seus efeitos adversos nas propriedades mecânicas do CAA.
Publicado
2021-04-22
Seção
Artigos