ANÁLISE DE RISCOS OCUPACIONAIS DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NO LARSEN- LABORATÓRIO DE INOVAÇÃO EM APROVEITAMENTO DE RESÍDUO E SUSTENTABILIDADE ENERGÉTICA DO IFTO – CAMPUS PALMAS

Resumo

O presente estudo buscou identificar os principais riscos/perigos envolvidos no Laboratório de Inovação em Aproveitamento de Resíduo e Sustentabilidade Energética (LARSEN) do IFTO – Campus Palmas. Para tanto, utilizou-se a metodologia Análise Preliminar de Riscos (APR) para análise de riscos devido às características do laboratório que é utilizado de forma constante e precisa de um estudo para identificar os potenciais perigos decorrentes das instalações e processos. Tendo como objetivos reunir informações que contribuam para a minimização das possibilidades e atenuação da severidade de acidentes no laboratório e contribuir para a mudança de comportamento dos usuários e responsáveis pelo ambiente, atendendo a legislação vigente, além de observar os riscos mais graves e sugerir medidas de controle. Os dados foram coletados e analisados utilizando-se a ferramenta, que consiste em um estudo antecipado e detalhado do ambiente e dos processos a fim de detectar os possíveis problemas que poderão acontecer durante a execução de uma determinada tarefa. Através da aplicação da análise foi possível reconhecer os riscos encontrados no ambiente e propor medidas de controle, desta forma, demonstra que a metodologia aplicada apresenta ser um instrumento para mitigação de acidentes no ambiente de trabalho como em um laboratório que realiza principalmente análises químicas que devido as características elevam as possibilidades e consequências de ocorrerem acidentes, sendo de fundamental importância o conhecimento dos riscos e as medidas de controle.

Biografia do Autor

Antonelli Santos Silva, IFAC- Rio Branco
Graduado em Engenharia de Alimentos - UFT, Licenciado para a Educação Profissional - IFSC, Especialista em Gestão Empresarial - UFT, Especialista em Engenharia de Segurança do Trabalho - UEM, Especialista em Docência para a Educação Profissional - IFSC, mestre em Ciências do Ambiente - UFT, doutorando em Tecnologia Ambiental - UNAERP. Atuou como Técnico de Laboratório na UFT (Campus Palmas) e Docente no IFTO (Campus Palmas) e atualmente é professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Acre (IFAC) - Campus Rio Branco. 
Marcelo Mendes Pedroza , IFTO- Palmas
Possui graduação em Química Industrial pela Universidade Federal da Paraíba(1997), mestrado em Engenharia Civil [C. Grande] pela Universidade Federal da Paraíba(2000) e doutorado em Engenharia Química pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte(2011). Atualmente é Professor do Instituto Gênesis, Bolsista da Universidade Federal do Tocantins, Professor da Universidade Federal do Tocantins, Revisor de periódico da Revista Liberato (Novo Hamburgo), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Revisor de projeto de fomento do Fundação Rondônia de Amparo ao Desenvolvimento das Ações Científicas, Revisor de periódico da Revista AIDIS de Ingeniería y Ciencias Ambientales, Revisor de periódico da Revista Brasileira de Energias Renováveis, Revisor de periódico do Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação - CONNEPI 2015, Revisor de projeto de fomento do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha/RS, Revisor de periódico da Revista Brasileira de Engenharia e Sustentabilidade, Revisor de projeto de fomento do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Acre, Dedicação Exclusiva do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins, da Universidade Federal do Cariri, Revisor de periódico da Revista Cereus, Revisor de periódico da XII CONGRESSO NORTE NORDESTE DE PESQUISA E INOVAÇÃO - CONNEPI, Membro de comitê assessor da Secretaria de Educação Profissional e Tecnlógica, Revisor de projeto de fomento do Instituto Federal Farroupilha, Membro de corpo editorial do Sítio Novo, Revisor de periódico do Sítio Novo, Revisor de periódico do Sitio Novo, Revisor de periódico do Sitio Novo, Revisor de periódico da Diversitas Journal, Revisor de periódico da Biomass Conversion and Biorefinery, Revisor de periódico da Revista RedBioLac 2020, Revisor de periódico da BIOMASS CONVERSION AND BIOREFINERY e Revisor de periódico da Water Environment Research. Tem experiência na área de Engenharia Sanitária, com ênfase em Saneamento Ambiental. Atuando principalmente nos seguintes temas:Pirólise, balanço de energia, cilindro rotativo, planejamento experimental.
Luciana Rezende Alves de Oliveira , UNAERP- Ribeirão Preto
Possui Graduação em Quimica Industrial (1984) pela Universidade de Ribeirão Preto – UNAERP; Mestrado (1989) em Bioquímica pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo–USP e Doutorado em Química (2006) pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras da Universidade de São Paulo - USP. Desde 1989 é Professora Titular-Pesquisadora da Universidade de Ribeirão Preto sendo docente das Faculdades de Farmácia, Nutrição, Engenharia Química, Fisioterapia, Enfermagem, Educação Física desta mesma instituição. É Coordenadora do Mestrado em Tecnologia Ambiental (desde 2013) da Universidade de Ribeirão Preto-UNAERP e desde 2015 é Coordenadora do Doutorado em Tecnologia Ambiental da Universidade de Ribeirão Preto – UNAERP. É Coordenadora do Comitê de Ética em Pesquisa para seres Humanos-CEP/UNAERP desde 2002 e é Coordenadora do Comitê de Ética para Utilização de Animais-CEUA/UNAERP desde 2012. Atuou como Apoio de Pesquisa e Pós-Graduação da DEPE da Universidade de Ribeirão Preto desde 2000 até 2017. Desde 2014 Coordena o Laboratório de Tratamento e Recuperação dos Resíduos Químicos da UNAERP, sendo responsável pela elaboração dos Planos de Gerenciamentos dos Resíduos Químicos da Graduação, Extensão e Pesquisa da UNAERP e do Hospital Electro Bonini desta mesma IES. Atualmente é Coordenadora do Curso de Engenharia Química da UNAERP e coordena os Laboratórios Multidisciplinar de Química (desde 2019). Foi Coordenadora do Curso de Especialização (lato sensu) em Perícia e auditoria Médica, Turmas 1 e 2, no período de 2004 a 2007, na Universidade de Ribeirão Preto – UNAERP. Foi Coordenadora dos Laboratórios de Prestação de Serviços da Engenharia Química (no período de 1999 até 2010). Foi Membro do Colegiado do Curso de Ciências Farmacêuticas (2002-2010). É membro da Comissão de bolsas PIBIC/CNPq (2003 até atual). Desde 2003 faz parte da Comissão de bolsas PIBIC/UNAERP. Foi membro da Comissão PROSUP / CAPES (2004 - 2017). Desde 2002 é membro do Corpo Editorial do Anais de Pesquisa da Universidade de Ribeirão Preto (Impresso e Eletrônico). É Coordenadora do Comitê de Ética em Experimentação Animal – CEUA (2012-atual). É membro do Conselho Universitário da Universidade de Ribeirão Preto – UNAERP desde 2007. É Membro da Comissão de Segurança de Materiais Perfuro Cortante Contaminados com Agentes de Risco Biológico desde 2003. É Membro do Colegiado de Curso da Engenharia Química desde 2003. Desde 2002 é Membro da Comissão de Pós-Graduação (CPG) do Programa de Mestrado e Doutorado em Tecnologia Ambiental. Desde 2011 é Membro da Comissão do Núcleo Docente Estruturante (NDE) do Curso de Engenharia Química da Unaerp. É Membro do Colegiado de Área de Exatas e Tecnologias desde o ano de 2002 na UNAERP e Membro da Comissão Central de Pós-Graduação (CCPG) neste mesmo período até atual. Atualmente é parecerista ad hoc da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco; É Membro Ordinário da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular; É Especialista do Conselho Estadual da Educação/CEE; É Avaliador de Curso e de Instituição de Ensino Superior do INEP/ Ministério da Educação e Cultura. Tem experiência na área de Engenharia Sanitária, com ênfase em Resíduos Sólidos, Domésticos e Industriais, atuando principalmente nos seguintes temas: gestão dos resíduos sólidos, gerenciamento de resíduos sólidos e resíduo químico.
Publicado
2021-04-22
Seção
Artigos