ESTABILIZAÇÃO DE SOLO – CIMENTO PARA BASE DE PAVIMENTO DE RODOVIA EM SÃO LUÍS – MA

  • Dellane Stephani Carvalho dos Santos Universidade Ceuma
  • Pedro Chaves Caldeira Universidade Ceuma

Resumo

A pesquisa abordou a estabilização físico–química de solo-cimento com o propósito de aprimorar a resistência à penetração no solo para ser aplicado como base de pavimento de rodovias em São Luís – MA. O seu objetivo geral foi analisar quantitativamente os resultados dos ensaios laboratoriais de caracterização mecânica das misturas de solo com cimento. O específico foi realizar ensaios de compactação, resistência à compressão simples de solo-cimento e Índice de Suporte Califórnia (I.S.C) com 3%, 5% e 7% de teor de cimento com 6 corpos de prova para cada teor utilizando cimento de Classe de Resistência 32 MPa. No Maranhão, as bases são em sua maior parte de solo laterítico com predominância de pedregulhos que proporcionam independência ao suporte com elevados índices. Apesar do solo laterítico aparecer em grande quantidade no Estado, o solo com maior presença de pedregulhos está desvantagem. O licenciamento ambiental e o valor para exploração de jazidas muitas vezes inviabilizam a aquisição do material. O trabalho buscou descobrir qual teor proporcionou melhor desempenho na estabilização do solo laterítico com cimento. Os resultados para 5% e 7% geraram altos valores podendo serem postos como base. Porém, o solo melhorado com cimento apenas pode ser aplicado como sub-base.
Publicado
2021-04-14
Seção
Artigos