O USO DA ADSORÇÃO EM CARVÃO ATIVADO PULVERIZADO NA REMOÇÃO DE MATÉRIA ORGÂNICA NATURAL EM ETA DE CICLO COMPLETO

Resumo

Atualmente há evidente concentração de matéria orgânica em cursos de água e/ou reservatórios de água que recebem aportes de esgotos domésticos e efluentes industriais não tratados, que sofrem com a estiagem, e que dispõe de condições naturais para ocorrências matéria orgânica natural. As consequências podem ser a eutrofização, ocorrências de sabor e odor, formação de subprodutos da cloração e interferências no processo de tratamento da água. Uma das alternativas empregada nas ETAs para remoção de material orgânico é a adsorção em carvão ativado pulverizado (CAP). Neste contexto, o presente trabalho teve objetivo de investigar a influência das variáveis tempo de contato, dosagem e tipo de carvão ativado pulverizado, na eficiência da adsorção de matéria orgânica em água bruta submetida ao processo de tratamento em ciclo completo. Foi realizada a avalição com uso de dois tipos de CAPs de origem vegetal. O CAP proveniente da madeira teve significativa influência do tempo de contato e dosagem na remoção de matéria orgânica medida em carbono orgânico total (COT), ou seja, maiores dosagem e tempo de contato trouxeram melhores resultados. Dosagens de 30 mg/L e tempo de contato de 25 minutos obtiveram os melhores resultados, atingindo eficiências de remoção na ordem de 91% e concentração de COT de 2,05 mg/L.
Publicado
2021-01-19
Seção
Artigos