ANÁLISE ERGONÔMICA DO TRABALHO EM UMA COZINHA CENTRAL DE PRODUÇÃO DE MERENDA ESCOLAR

  • Iasmin Lourenço Niza Universidade Tecnológica Federal do Paraná
  • William Rodrigues dos Santos Universidade Federal do Paraná

Resumo

No decorrer do tempo, diversas organizações evidenciam inúmeras ocorrências de queixas relacionadas à segurança e saúde, desta forma muitos funcionários foram afastados e em alguns casos receberam indenizações. O presente artigo teve como objetivo o reconhecimento de como o trabalho das merendeiras é exercido em uma Cozinha Central de produção de merenda escolar, assim foram sugeridas melhorias que reduziriam os riscos referentes a segurança e saúde, trazendo maior conforto durante o expediente. A Ergonomia foi a ciência utilizada nesta pesquisa, buscando conceitos referentes a adaptação do trabalho ao indivíduo que trouxeram inúmeras vantagens aos interessados. Houve a realização de entrevistas informais, registros fotográficos, levantamento de relatos e observações para a aplicação da ferramenta EWA, sendo coletados diversos dados sobre demanda, atividades e tarefas a serem cumpridas. A metodologia utilizada foi o estudo de caso que se fez possível realizar uma Análise Ergonômica do Trabalho para o conhecimento do posto atual de trabalho das merendeiras e quais seriam suas limitações para que fosse possível trazer sugestões e melhorias para o ambiente e para as atividades. Os problemas mais notáveis foram relativos as posturas adotadas para a realização do trabalho, carregamento de tambores cheios de comida para o veículo transportador, ausência de equipamentos, condicionamento térmico, sobrecarga de trabalho entre outros. Para isso, apresentaram-se diversas recomendações como a contratação de funcionários, aquisição e realização de manutenções em equipamentos, modificações na iluminação entre outros. Para os problemas encontrados foram sugeridas propostas ergonômicas que contribuíram para as melhorias propostas.
Publicado
2020-12-30
Seção
Artigos