INFLUÊNCIA DE NANOPARTÍCULAS BIMETÁLICAS DE PRATA E OURO SOBRE PENTÓXIDO DE TÂNTALO NA FOTOGERAÇÃO DE HIDROGÊNIO

  • RAÍSSA KÁSSIA DOS SANTOS
  • LETÍCIA BAZANTE VELÔZO
  • GIOVANNA MACHADO
  • NOELIA DEL VALLE FRANCO RONDON
  • IURY SOUSA E SILVA UNINASSAU

Resumo

O hidrogênio vem sendo considerado o combustível do futuro. De acordo com isso, o trabalho teve como objetivo de sintetizar cocatalisadores sobre a superfície do pentóxido de tântalo comercial, para melhorar a sua eficiência na atividade fotocatalítica para a geração de H2. O estudo sobre as nanopartículas bimetálicas de Au e Ag tem recebido grande destaque, porque por mais viável e promissor que o fotocatalisador seja, o próprio necessita de cocatalisadores que decorrem na eficiência da separação e no transporte das cargas fotogeradas, tornando o semicondutor mais eficiente no sistema fotocatalítico. A síntese das BNPs_AgAu sobre o Ta2O5_CO foi realizada pelo método de redução química simultânea. As BNPs_AgAu foram preparadas em três proporções diferentes para fins comparativos. A fotogeração de hidrogênio utilizando Ta2O5_CO com cocatalisadores, foi avaliada pela fotocatálise da água durante 5h e 30min de reação. Nos resultados foi possível realizar o estudo da influência da temperatura de cristalização, mostrando que amostras calcinadas a 800ºC são mais eficientes do que as amostras cristalizadas a 750ºC. A amostra que desenvolveu maior atividade fotocatalítica na produção de H2, foi a de Ta2O5_CO_AgAu_1:1_800ºC produzindo 86,55 µmol/g. Isto pode ser justificado, porque o diâmetro e o desvio padrão apresentaram uma diminuição e a função das transferências eletrônicas que ocorre nas nanopartículas. Com isto, foi possível concluir e ratificar que as BNPs_AgAu são promissoras como cocatalisadores na superfície de um semicondutor por meio da reação de Water Splitting, assim melhorando a eficiência do tal na sua taxa de produção de H2.
Publicado
2020-10-26
Seção
Artigos