ESTUDO E AVALIAÇÃO DE ADITIVOS UMECTANTES E DISPERSANTES NAS PROPRIEDADES REOLÓGICAS DO CONCENTRADO DE PIGMENTO PR 122 A BASE SOLVENTE

  • Ana Paula Cipriano Martinello Faculdade Satc
  • Carolina Resmini Melo Marques Faculdade Satc
  • Aline Resmini Melo Faculdade Satc
  • Josiane da Rocha Silvano Neves
  • Morgana Nurenberg Sartor Faraco Faculdade Satc
  • Daniel Dassoler Faculdade Satc

Resumo

Diante das novas tecnologias que surgem no universo das tintas, é possível desenvolver projetos que melhorem a qualidade dos produtos para o cliente final. Os concentrados pigmentados, que são tintas com alta concentração de pigmento, estão presentes principalmente em sistemas mixing com dosadores, e precisam ser manuseados com facilidade. Verificou-se em uma empresa, um concentrado rosa com propriedades tixotrópicas, o qual se observa dificuldade na pesagem do mesmo, por conta dos clientes. Assim, o presente trabalho tem como objetivo encontrar um aditivo que seja capaz de diminuir ou cessar a tixotropia do concentrado, obtendo um produto final mais fluido. Foram testados 30 aditivos em pequena escala utilizando o aparelho Red Devil. Destes, apenas 5 deixaram o concentrado teste mais fluido do que o concentrado padrão. Assim, foram feitos testes colorimétricos, de força de tingimento e tonalidade, e de estabilidade acelerada em estufa, além de serem produzidas tintas das linhas nitrocelulose e poliuretana, as quais são as linhas que o concentrado rosa é utilizado nesta empresa, e observado brilho e flotação. Foram obtidos 2 aditivos com melhor desempenho nos resultados. Por fim, as fórmulas 6C (utilizando o aditivo 6) e 25B (utilizando o aditivo 25) foram as escolhidas para serem produzidas em moinho de laboratório, e realizado todos os testes novamente. Apesar do custo da fórmula 25B aumentar aproximadamente 16%, essa foi a melhor formulação obtida com os resultados mais satisfatórios.
Publicado
2020-06-29
Seção
Artigos