Parcerias público-privado na esfera municipal: implicações para a gestão e oferta educacional

  • Maria Dilneia Espíndola Fernandes Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
  • Andressa Gomes de Rezende Alves Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Resumo

O trabalho analisa as implicações da parceria entre a Prefeitura Municipal de Campo Grande e o Instituto Ayrton Senna, para a gestão do sistema de ensino e de escolas no período de 2001 a 2004, no âmbito da implantação do Programa Escola Campeã. Pontua-se que a Secretaria Municipal de Educação assumiu tal programa como projeto principal de gestão do sistema e de escolas. Trabalhou-se com pesquisa bibliográfica e documental. Não obstante o Programa Escola Campeã ter como objetivo melhorar o desempenho do Ensino Fundamental por meio de incentivos à autonomia da escola, melhor aplicação dos recursos financeiros e equidade social, na unidade escolar em questão houve alteração na forma de gestão, mas não o suficiente para mudar os indicadores educacionais. Observou-se que, de forma geral, programas dessa natureza têm como objetivo principal materializar a gestão gerencial em substituição à gestão democrática do ensino instituída pela legislação educacional em vigor.   Palavras-chave: Política Educacional. Gestão da Educação. Parceria Público-Privado.

Biografia do Autor

Maria Dilneia Espíndola Fernandes, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Professora Adjunta da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul no Programa de Pós-Graduação em Educação.
Andressa Gomes de Rezende Alves, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.
Publicado
2014-04-01