O processo de orientação como estratégia de superação do racismo institucional: relatos de um encontro ancestral em um contexto de Pós-Graduação de um Instituto Federal

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5212/PraxEduc.v.17.19574.016

Resumo

Neste trabalho, apresentamos uma discussão sobre a questão da relação entre orientanda/o e orientador/a nos processos de orientação no contexto de um curso de Mestrado. A encruzilhada deste texto é, por um lado, tratar sobre as tensões e as violências que ocorrem nessas relações, caracterizando-se, muitas vezes, como manifestações de racismos. Por outro lado, tratamos também sobre a possibilidade de essa relação reconfigurar espaços de cura e de parcerias científico-afetivas. Mobilizamos caminhos metodológicos que aquilombam resultados de estudos, de reflexões e de escrevivências, que apontam para a importância de tensionar epistemologias e comportamentos colonialistas pautados na perspectiva cientificista ocidental, de pensar o contexto acadêmico para que as relações de orientação possam caminhar para referências mais humanizadas e (re)encontros ancestrais.

Palavras-chave: Racismos. Orientação. Decolonialidades.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Bianca Barreto do Nascimento, Rede Municipal de Educação de São Francisco do Conde/Bahia

Docente da Rede Municipal de Educação de São Francisco do Conde/Bahia. Mestra em Educação Profissional e Tecnológica.

Mariana Fernandes dos Santos, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia

Docente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA). Doutora em Ensino, Filosofia e História da Ciências.

Downloads

Publicado

2022-01-20

Como Citar

NASCIMENTO, B. B. do; SANTOS, M. F. dos. O processo de orientação como estratégia de superação do racismo institucional: relatos de um encontro ancestral em um contexto de Pós-Graduação de um Instituto Federal. Práxis Educativa, [S. l.], v. 17, p. 1–20, 2022. DOI: 10.5212/PraxEduc.v.17.19574.016. Disponível em: https://revistas2.uepg.br/index.php/praxiseducativa/article/view/19574. Acesso em: 20 maio. 2022.

Edição

Seção

Dossiê: Relações étnico-raciais: práticas e reflexões pedagógicas