Implementação da política afirmativa para a população negra em três universidades públicas do Sul do Brasil: uma longa caminhada

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5212/PraxEduc.v.17.19406.046

Resumo

Neste trabalho, apresenta-se uma argumentação que expõe e discute a criação de universidades públicas no Brasil e sua relação com a formação de estudantes pertencentes às famílias das elites brancas brasileiras. Destaca-se, ainda, o processo de institucionalização da política de cotas raciais, em busca de estabelecer uma relação com uma agenda global, cujas discussões sobre a discriminação racial vêm exercendo influência no âmbito de movimentos de desracialização institucional no Brasil. Inicialmente, aborda-se a universidade como instituição histórica no Brasil; em seguida, são estabelecidos diálogos entre gestão democrática da Educação Superior e justiça social. Observa-se, então, o caminho até a política pública para a promoção da igualdade racial nas instituições federais de Educação Superior. Por fim, são apresentados os cenários de três universidades públicas do Sul do país.

Palavras-chave: Universidade pública brasileira. Cotas raciais. Negros.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Alessandra Alfaro Bastos, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Técnica em Assuntos Educacionais na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Doutoranda em Educação na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Alejandro Javier Lezcano Schwarzkopf, Universidade Federal de Santa Maria

Docente do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Doutor em Sociologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Downloads

Publicado

2022-03-31

Como Citar

BASTOS, A. A.; SCHWARZKOPF, A. J. L. Implementação da política afirmativa para a população negra em três universidades públicas do Sul do Brasil: uma longa caminhada. Práxis Educativa, [S. l.], v. 17, p. 1–25, 2022. DOI: 10.5212/PraxEduc.v.17.19406.046. Disponível em: https://revistas2.uepg.br/index.php/praxiseducativa/article/view/19406. Acesso em: 20 maio. 2022.

Edição

Seção

Dossiê: Relações étnico-raciais: práticas e reflexões pedagógicas