A A dimensão política e pedagógica da festa na comunidade Quilombola de Campina de Pedra, Poconé, MT

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5212/PraxEduc.v.17.19391.061

Resumo

Neste texto, busca-se descrever e analisar a dimensão política da festa de 20 de novembro realizada na comunidade Quilombola Campina de Pedra, Poconé, Mato Grosso (MT), e compreender como a escola dialoga com toda a simbologia negra que a perpassa. Metodologicamente, assenta-se na etnografia. Realizaram-se observações e entrevistas com festejadores e professores da escola. Os escritos etnográficos são resultados das experiências vividas durante o XI Encontro Quilombola realizado em novembro de 2015, registrados em caderno de campo. Teoricamente, apoia-se em Castro Júnior (2014), Pessoa (2005), Ribeiro Júnior (1982), entre outros. Os resultados apontam a festa Quilombola como um espaço privilegiado de reivindicações, memória, história e saberes ecoados no/e pelo corpo. A escola demonstra timidez em fazer intercomunicação pedagógica com a festa. Entende-se que os momentos festivos colaboram com o fortalecimento e as afirmações identitárias, na medida em que se relacionam os elementos do passado e presente manifestados no corpo festivo. Assim sendo, não condizem com a lógica epistêmica da modernidade e da colonialidade e, portanto, são elementos propícios para uma educação contextualizada ao universo histórico, social e cultural dos quilombos.

Palavras-chave: Educação. Quilombo. Festa Quilombola.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Suely Dulce de Castilho, Universidade Federal de Mato Grosso

Professora Doutora do Departamento de Teoria e Fundamentos da Educação e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Coordenadora do Grupo de Estudos e Pesquisa em Educação Quilombola, Instituto de Educação (IE/UFMT).

Bruna Maria de Oliveira, Universidade Federal de Mato Grosso

Professora Mestra em Educação. Doutoranda em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Pesquisadora do Grupo de Estudos e Pesquisa em Educação Quilombola, Instituto de Educação (IE/UFMT).

Downloads

Publicado

2022-05-05

Como Citar

CASTILHO, S. D. de; OLIVEIRA, B. M. de. A A dimensão política e pedagógica da festa na comunidade Quilombola de Campina de Pedra, Poconé, MT. Práxis Educativa, [S. l.], v. 17, p. 1–19, 2022. DOI: 10.5212/PraxEduc.v.17.19391.061. Disponível em: https://revistas2.uepg.br/index.php/praxiseducativa/article/view/19391. Acesso em: 28 jun. 2022.

Edição

Seção

Dossiê: Relações étnico-raciais: práticas e reflexões pedagógicas