Educação em saúde da população negra na Estratégia Saúde da Família

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5212/PraxEduc.v.17.19336.033

Resumo

O presente artigo tem como proposta contextualizar a educação em saúde da população negra na Estratégia Saúde da Família quanto aos seus limites e às suas possibilidades. Visto que essa população se constrói e se reconstrói perante a sociedade, na qual o racismo predomina de uma forma marcante, em que existem territórios nos quais vidas negras acontecem, desde a escravidão e mesmo com a abolição da escravatura, o racismo prevalece. Contudo, surgiram alguns movimentos de lutas a favor da igualdade e das políticas de saúde que colaboram para a equidade da população negra. A educação em saúde dentro da Estratégia Saúde da Família contribui para o autocuidado da população negra que, na maioria das vezes, se encontra invisível.

Palavras-chave: Estratégia Saúde da Família. Educação em saúde. População negra. Racismo.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Adicéa de Souza Ferreira, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Enfermeira. Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Bioética, Ética Aplicada e Saúde Coletiva (PPGBIOS) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Mestre em Educação em Saúde: Formação Interdisciplinar de Docentes pelo Sistema Único de Saúde (SUS) pela Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa da Universidade Federal Fluminense (UFF). Membro do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Gestão e Trabalho em Saúde (NUPGES-UFF). Membro do Núcleo de Pesquisa Laboratório de Experimentos Artísticos e Reflexões Criativas sobre Cidades, Saúde e Educação (LEARCC) da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).

Downloads

Publicado

2022-02-22

Como Citar

FERREIRA, A. de S. Educação em saúde da população negra na Estratégia Saúde da Família. Práxis Educativa, [S. l.], v. 17, p. 1–10, 2022. DOI: 10.5212/PraxEduc.v.17.19336.033. Disponível em: https://revistas2.uepg.br/index.php/praxiseducativa/article/view/19336. Acesso em: 20 maio. 2022.

Edição

Seção

Dossiê: Relações étnico-raciais: práticas e reflexões pedagógicas