Poética do movimento e interculturalidade quilombola: corpo e danças decoloniais na perspectiva freireana

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5212/PraxEduc.v.17.18536.018

Resumo

Neste artigo, analisaram-se danças decoloniais quilombolas na perspectiva freireana, a partir da investigação das matrizes estéticas e motrizes culturais constituintes do samba de roda e fandango caiçara. Considerou-se como a textualização dos corpos de quilombolas expressam a perspectiva decolonial da dança. Trata-se de pesquisa histórica do tempo presente. Utilizaram-se referenciais teóricos e observações de práticas artístico-culturais de danças quilombolas, mais especificamente o samba de roda do Quilombo Buri, Bahia; e o fandango do Quilombo Batuva, Paraná. Concluiu-se que a interculturalidade expressa nos sentidos e nos significados das danças decoloniais desvela historicidade e memórias do Atlântico negro e da diáspora e se atualiza no tempo presente. O samba de roda do Quilombo Buri revela a produção do interconhecimento que evidencia salvaguarda da cultura, resistência e reinvenção dos saberes. No Quilombo Batuva, registros da dança decolonial são históricos. Fandango não compõe as práticas artístico-culturais do quilombo, mas ele significa e traduz as relações de educação, corpo e cultura da comunidade.

Palavras-chave: Dança. Decolonialidade. Quilombo.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Thais de Jesus Ferreira, Instituto Federal do Paraná

Doutora em Educação pela Faculdade de Educação da Universidade Federal da Bahia (FACED/UFBA) – linha de pesquisa Educação, Cultura Corporal e Lazer. Mestra em Dança pelo Programa de Pós-Graduação em Dança (PPGDANÇA) da UFBA. Docente do Instituto Federal do Paraná (campus Palmas) e Coordenadora de Ensino, Pesquisa, Extensão e relações com a comunidade (FAMA).

Maria Cecilia de Paula Silva, Universidade Federal da Bahia

Doutora em Educação Física (com bolsa concedida pela Capes) e Mestre em Educação Física (com bolsa concedida pelo CNPq) pela Universidade Gama Filho, Rio de Janeiro, pela Linha de Pesquisa Educação e Cultura. Professora Titular do Programa de Pós-Graduação e Graduação da Faculdade de Educação da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Pesquisadora convidada da Université de Strasbourg. Pós-doutorado em Sociologia e Antropologia (2016) (Capes) e em Educação e Sociologia (2012) (Capes/Cofecub) pela Université de Strasbourg. Coordenadora do PPGE da UFBA 2017-2021. Líder do grupo de pesquisa História da Cultura Corporal, Educação, Esporte, Lazer e Sociedade (HCEL) da UFBA – CNPq. Editora Associada da Revista Entreideias: educação, cultura e sociedade.

Downloads

Publicado

2022-01-31

Como Citar

FERREIRA, T. de J. .; SILVA, M. C. de P. Poética do movimento e interculturalidade quilombola: corpo e danças decoloniais na perspectiva freireana. Práxis Educativa, [S. l.], v. 17, p. 1–18, 2022. DOI: 10.5212/PraxEduc.v.17.18536.018. Disponível em: https://revistas2.uepg.br/index.php/praxiseducativa/article/view/18536. Acesso em: 20 maio. 2022.

Edição

Seção

Dossiê: Relações étnico-raciais: práticas e reflexões pedagógicas