Youtubers indígenas brasileiros: interfaces entre cultura e educação

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5212/PraxEduc.v.17.18337.067

Resumo

Objetiva-se identificar os conteúdos educacionais/culturais veiculados em canais de youtubers indígenas brasileiros. Realizou-se uma pesquisa virtual sobre canais de youtubers indígenas brasileiros na rede mundial de computadores com os descritores “youtubers” e “educação indígena”. Foram localizados 15 canais no YouTube produzidos por youtubers indígenas. A análise considerou os conteúdos acerca da educação e da cultura indígenas, bem como a maneira como esses conhecimentos eram disseminados no ambiente virtual. Identificaram-se três categorias temáticas: músicas e literatura; cotidiano; e política. Estas explicitavam as diversas formas de vida indígena, valorizando suas artes e culturas, desmistificando estereótipos preconceituosos e fortalecendo a luta pelo reconhecimento da história e dos direitos indígenas. Constatou-se que os canais no YouTube são importantes veículos para propagação, valorização e preservação da cultura indígena, inclusive possibilitando, no âmbito educativo, o melhor conhecimento da diversidade cultural, fortalecendo uma prática multicultural com aprendizagens mais significativas.

Palavras-chave: Youtubers. Educação indígena. Culturas indígenas.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Lia Machado Fiuza Fialho, Universidade Estadual do Ceará

Docente da Universidade Estadual do Ceará (UECE). Doutora em Educação pela Universidade Federal do Ceará (UFC).

Márcia Cristiane Ferreira Mendes, Universidade Estadual do Ceará

Docente do Centro Universitário INTA (UNINTA). Doutoranda em Educação pela Universidade Estadual do Ceará (UECE).

Downloads

Publicado

2022-05-12

Como Citar

FIALHO, L. M. F.; MENDES, M. C. F. . Youtubers indígenas brasileiros: interfaces entre cultura e educação . Práxis Educativa, [S. l.], v. 17, p. 1–21, 2022. DOI: 10.5212/PraxEduc.v.17.18337.067. Disponível em: https://revistas2.uepg.br/index.php/praxiseducativa/article/view/18337. Acesso em: 20 maio. 2022.

Edição

Seção

Dossiê: Relações étnico-raciais: práticas e reflexões pedagógicas