Supervisão Pedagógica: perspetivas de educadores de infância em Portugal

Resumo

Perante um contexto ainda pouco recetivo à supervisão pedagógica, mas assinalando mudanças e uma pressão crescente no sentido da sua valorização, o estudo realizado visou caracterizar as experiências e perspetivas de educadores de infância da rede pública em Portugal sobre a supervisão pedagógica. Foi aplicado um questionário previamente validado (GASPAR et al., 2019). Orientaram a pesquisa, perspetivas teóricas sobre supervisão pedagógica apresentadas por Gaspar (et al., 2019), Alarcão e Canha (2013), ou Roldão (2012), que têm sido fundamentais na definição do campo, em Portugal. Os resultados apontam para uma experiência de supervisão pedagógica muito ligada à avaliação do desempenho docente (ADD), e em menor medida à formação inicial de professores, considerada de reduzido impacto sobre a qualidade das práticas docentes. No entanto, as perspetivas sobre o papel do supervisor e o conceito de supervisão demonstram alguma abertura à possibilidade de uma supervisão mais horizontal e até informal produzir impactos positivos. Palavras-chave: Supervisão pedagógica. Educação de Infância. Desenvolvimento profissional de professores.

Biografia do Autor

Filipa Seabra, Universidade Aberta, Portugal
LE@D, Universidade Aberta, Portugal. Doutora em Ciências da Educação. Professora Auxiliar na Universidade Aberta (Portugal) e investigadora integrada do LE@D (Universidade Aberta, Portugal). É também investigadora colaboradora do CIEd (Universidade do Minho, Portugal) e do CIPEM/INET-MD (Portugal).
Marta Abelha, Universidade Portucalense
INPP, Universidade Portucalense, CEIS20, Universidade de Coimbra, LE@D, Universidade Aberta, Portugal. Doutora em Didática. Professora Auxiliar na Universidade Portucalense Infante D. Henrique e Professora Auxiliar Convidada da Universidade Aberta (Portugal). Investigadora integrada do CEIS20 (Universidade Coimbra, Portugal) e investigadora colaboradora do LE@D (Universidade Aberta, Portugal) e do INPP, Universidade Portucalense (Portugal).
Helena   Miranda, Universidade Aberta, Portugal
LE@D, Universidade Aberta, Portugal. Mestre em Supervisão Pedagógica. Investigadora do LE@D, Universidade Aberta, Portugal e Educadora de Infância.
Osvaldo Moreira, Universidade Aberta, Portugal
LE@D, Universidade Aberta, Portugal. Mestre em Supervisão Pedagógica. Investigador do LE@D, Universidade Aberta, Portugal e Educador de Infância.
Publicado
2021-07-21