Apropriações católicas da Escola Nova a partir dos Manuais Pedagógicos de Everardo Backheuser (1933 -1946)

Resumo

Este artigo teve como objetivo analisar as apropriações católicas da Escola Nova, a partir dos manuais pedagógicos escritos por Everardo Backheuser (1879-1951), no período de 1933 a 1946. Por meio da análise de conteúdo, conforme Laurence Bardin, os principais elementos da Escola Nova assimilados pelo autor estudado, bem como suas recomendações para a implementação dos novos métodos pedagógicos foram identificados e discutidos. Concluiu-se que Backheuser apresentou uma proposta diferenciada de Escola Nova, a partir de sua apropriação – conforme conceito cunhado por Roger Chartier. Ao estabelecer um diálogo entre as proposições da moderna pedagogia e as tradicionais recomendações da Igreja em favor da educação integral, Backheuser contribuiu para a renovação da pedagogia católica no Brasil. Palavras-chave: História da Educação. Pedagogia católica. Brasil.

Biografia do Autor

Bianca Neves Prachum, Universidade Estadual de Ponta Grossa
Doutoranda em Educação pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Mestre em Educação pela UEPG.
Oriomar Skalinski Junior, Universidade Estadual de Ponta Grossa
Professor do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Doutor em Educação pela Universidade Estadual de Maringá (UEM).
Publicado
2021-03-27