La liberación freiriana del sujeto en la Educación Matemática Decolonial Transcompleja

Resumo

A Educação Matemática em crise hoje é chamada e exige uma libertação, pois é uma prática opressora e ainda se encontra em um quadro colonizador apesar dos grandes avanços; É urgente libertar o sujeito de sua prática evasiva. Como objetivo complexo, a libertação freiriana do sujeito é analisada em Transcomplex Decolonial Mathematical Education (EMDT); da transmetodologia transcomplex com a desconstrução rizomática como um transmétodo transcomplex na transmodernidade. É transcendido em construções rizomáticas, complexas e transdisciplinares; aprofundando de Paulo Freire a crise da Educação Matemática hoje. Nas conclusões iniciais, na reconstrução sob a consciência de que o legado freiriano estará sempre ali dando boas novas como uma jarra que não se esgota, com uma sabedoria de amor pela vida, com profunda fé nos alunos. Palavras-chave: Libertação Freiriana. Educação matemática. Decolonial.

Biografia do Autor

Milagros Elena Rodríguez , Universidade do Oriente
Cristiana, venezolana, Cursante en  2021 del Postdoctorado las nuevas tendencias y corrientes integradoras de pensamiento y sus concreciones, Universidad José Martí de Latinoamérica, Cuba. PhD en Educación Matemática, Pensamiento y Religaje en la Transmodernidad. PhD. en Ciencias de la Educación. Doctora en Patrimonio Cultural. Doctora en Innovaciones Educativas. Magister Scientiaurum en Matemáticas. Licenciada en Matemática. Docente Investigadora titular a dedicación exclusiva del Departamento de Matemáticas Universidad de Oriente. Cuenta con más de 180 investigaciones publicaciones en revistas científicas arbitradas, nacionales e internacionales indexadas de alto impacto. Más de 15 libros publicados.
Publicado
2021-02-16
Seção
Dossiê: Paulo Freire (1921-2021): 100 anos de história e esperança