Por uma educação freireana que atue contra a desigualdade de gênero no Brasil contemporâneo

Resumo

Este estudo discute relações existentes entre uma educação freireana pautada em valores democráticos e o papel de discussões sobre desigualdade de gênero na escola brasileira. Para tanto, indagamo-nos sobre o papel que discussões sobre gênero e diversidade sexual desempenham na escola e na construção de uma sociedade mais justa e equânime, refletindo sobre as consequências de se promover interdições na educação escolar em temas fundamentais ao equilíbrio de forças sociais. Ao final, o estudo considera que a inserção de tal temática na escola contribui para a desconstrução de estereotipias, o fomento ao respeito mútuo e à diminuição de preconceitos, desenvolvendo uma consciência crítica coletiva capaz de levar os estudantes a olharem para si e para o outro como partes integrantes de um mesmo corpo social, orientando as novas gerações para o ideal da igualdade dentro da diversidade. Palavras-chave: Desigualdade de gênero. Educação democrática. Pedagogia freireana.  

Biografia do Autor

Maria Clara Maciel de Araújo Ribeiro, Universidade Estadual de Montes Claros - Unimontes
Professora da Universidade Estadual de Montes Claros.
Isabela Maria Oliveira Catrinck, Universidade Estadual de Montes Claros - Unimontes
Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual de Montes Claros.
Sandy Aparecida Barbosa Magalhães, Universidade Estadual de Montes Claros - Unimontes
Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual de Montes Claros.
Publicado
2021-03-29
Seção
Dossiê: Paulo Freire (1921-2021): 100 anos de história e esperança