Literatura sobre educação e tecnologia com referencial de Paulo Freire: um retrato e um recorte crítico

Resumo

O artigo apresenta um retrato aproximado de trabalhos sobre educação e tecnologia no Brasil que anunciam terem sido desenvolvidos com o referencial de Paulo Freire. A composição realizada por meio de análise de conteúdo expõe características da amostra de 29 artigos. A investigação também focou um ponto desse retrato ao discutir se os trabalhos abordavam relações de poder, exploração e dominação, elementos comuns em abordagens críticas e examinadas a partir de contribuições de Apple e Au (2015) e Selwyn (2016a, 2017), em diálogo com Freire (1987, 1998). Embora não apresentem aderência ao discurso predominante na literatura da área, a maioria dos artigos não explora essas questões caras a uma abordagem crítica. Nos limites desta pesquisa, destaca-se a necessidade de mais trabalhos sobre educação e tecnologia com referencial de Freire que considerem a natureza política da tecnologia.

Palavras-chave: Paulo Freire. Educação. Tecnologias.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Jaciara de Sá Carvalho, PPGE-UNESA

Professora Adjunta no Programa de Pós-Graduação em Educação da UNESA. É doutora e mestre em Educação pela USP, especialista em Gestão de Processos de Comunicação/ Educomunicação (ECA/USP), bacharel em Comunicação (PUC-SP), com diploma, ainda, em Magistério (nível técnico). É editora-responsável pela Revista Educação e Cultura Contemporânea. Coordena o Grupo (registrado no CNPq) Conexões: Estudos e Pesquisas em Educação e Tecnologia (CEPETec), integra os grupos de pesquisas TIC nos Processos Educacionais (TICPE/UNESA) e Discursos da Educação e Tecnologia DEdTec (PUC-Rio). É avaliadora Ad-hoc da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (ANPEd) e participa do Fórum de Editores de Periódicos da Área de Educação (FEPAE), em nível nacional e regional Sudeste. Colabora com o Instituto Paulo Freire, onde coordenou o setor de Educação a Distância e a constituição de redes on-line (2009-2012). Trabalhou no Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec) entre 2004 e 2008. Suas pesquisas, inicialmente voltadas para educação, comunicação e formação a distância, desde 2015 foram ampliadas para relações entre educação e tecnologias sob abordagens críticas, entre elas, a desenvolvida por Paulo Freire.

Suzana Elisa Cunha Marques, PPGE-UNESA

Mestra em Educação pela UNESA, Pós-graduada em Gestão de Negócios pelo IBMEC e Pedagoga pela UERJ. Atua como Tutora do Consórcio CEDERJ na disciplina Educação e Trabalho, e no Sebrae/RJ, como Orientadora de Negócios. Tem experiência com docência a distância e elaboração de conteúdo para a área de empreendedorismo e pedagogia (educação e trabalho), sobre a qual também ministra palestras.

Carolina Carvalho Pellon, PPGE-UNESA

Mestre em educação pela UNESA e pedagogia. Profissional com passagens pelos segmentos do Ensino Superior e Educação Básica, atualmente trabalha como coordenadora pedagógica do Ensino Médio na rede Marista. Na educação Básica já atuou nas áreas de coordenação, credenciamento e autorização de Escola e cursos técnicos e profissionalizantes de nível médio. No ensino superior, desenvolveu atividades em projetos para a melhoria de processos tanto dos educandos quanto dos educadores.

Publicado
2021-01-21
Seção
Dossiê: Paulo Freire (1921-2021): 100 anos de história e esperança